Museu Goeldi tem diversas atividades durante a 16ª Primavera dos Museus

A programação do Goeldi inicia no dia 20 e terá trilha noturna, oficina de desenho, e exposições sobre história da ciência. As atividades terminam no 25 de setembro com edição especial do Domingo É Dia de Ciência sobre Paleontologia: uma prévia da grande exposição “Diversidades Amazônicas”, que abre no novo Centro de Exposições Eduardo Galvão no dia 28.

Foto postada em: Agência Museu Goeldi

Agência Museu Goeldi – “Independências e museus: outros 200, outras histórias”: Esse é o tema da 16ª Primavera dos Museus, que acontece de 19 a 25 de setembro e propõe novos olhares sobre a Independência do Brasil, celebrada no dia 7 de setembro. Promovida pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), a Primavera dos Museus é uma temporada anual que busca trazer mais visibilidade e valorização para os museus do país, além de incentivar a visitação do público.

No Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG), a programação retorna ao modo totalmente presencial pela primeira vez desde o início da pandemia da Covid-19. O público poderá participar de várias atividades que tem como tema as conexões entre conhecimentos, ciência e sociedade, e aprender sobre como a história (passado, presente e futuro) se relaciona com a diversidade da vida na Amazônia.

Para Fernanda Queiroz, da Coordenação de Museologia do Goeldi e uma das coordenadoras da programação, a participação na Primavera dos Museus é essencial para dar visibilidade nacional, divulgar e valorizar os museus brasileiros. “Isso é importante para o Museu Goeldi pois é preciso estar antenado com as programações nacionais e articulado com a sociedade”, pontua Fernanda.

Quase 700 instituições culturais em todo o país participam todo o ano da Primavera de Museus, trazendo palestras, exposições, oficinas, rodas de conversas, visitas mediadas e lançamentos de livros como algumas de suas atividades.

Sobre o tema deste ano, Fernanda acredita ele “proporciona uma reflexão sobre quais outros sentidos de independência o Brasil e os brasileiros viveram nesses 200 anos. Sobre esse fato histórico, a programação do Museu Goeldi traz reflexões sobre a ótica da ciência, diversidade cultural, da liberdade de pensamento, da pluralidade de experiências e de interpretações”.

Atividades – Algumas das programações são voltadas a públicos específicos com agendamento prévio, como as que acontecem nos dias 20 e 22, com exposição na Escola Augusto Meira de pesquisas do Programa de Estudos Costeiros, que estuda os aspectos de ecossistemas costeiros da Amazônia, e participação do Fórum de Museus.

A Trilha Educativa, nos dias 21 e 22, é uma atividade para que as escolas possam trazer seus alunos ao Parque Zoobotânico com o objetivo de proporcionar entretenimento e conhecimento sobre a história da ciência na instituição, além debates acerca da Independência do Brasil.

A trilha “Visita Noturna no Parque” está marcada para o dia 21, tendo como público turmas de alunos do EJA (Educação de Jovens Adultos) com atividades no período noturno.

Outra atividade é o Workshop de desenho da flora e fauna da Amazônia, no dia 24, disponível para aqueles que querem exercitar habilidades com desenho. As inscrições estão sendo realizadas por meio da Fundação Curro Velho.

A programação da Primavera dos Museus no Museu Goeldi encerra com a edição de setembro do Domingo é Dia de Ciência, no domingo (25), no Parque Zoobotânico. O público poderá vivenciar e interpretar os conhecimentos paleontológicos e conhecer um pouco mais sobre as diversidades amazônicas estudada pelo MPEG. Uma prévia para a exposição “Diversidades Amazônicas” que será aberta ao público no novo Centro de Exposições Eduardo Galvão no dia 28 de setembro.

“A organização da programação se deu de forma colaborativa com os setores do Museu e articulada com as escolas que agendam sua visita, através do Núcleo de Visitas Orientadas, e também junto com o Fórum de Museus e o Programa de Estudos Costeiros, que este ano, leva o Museu Goeldi para a escola Augusto Meira. Além da Fundação Curro Velho, que ministrará a oficina de desenho. O público terá então uma programação diversificada, organizada com muita dedicação e entusiasmo de toda a equipe” completa Fernanda Queiroz, da Coordenação de Museologia do MPEG.

Texto: Kauanny Cohen / Edição: Uriel Pinho / PUBLICADO POR: MUSEU GOELDI 

PROGRAMAÇÃO COMPLETA DISPONÍVEL EM: Museu Goeldi tem diversas atividades durante a 16ª Primavera dos Museus — Português (Brasil) (www.gov.br)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: