Em Rio Branco (AC), Governo Federal promove Seminário para discutir etnodesenvolvimento e sustentabilidade na Região Norte

Teve início nesta quarta-feira (22), em Rio Branco (AC), o Seminário Regional Etnodesenvolvimento e Sustentabilidade, etapa Região Norte I – estados do Acre, Amazonas e Roraima. Fruto de uma parceria entre a Fundação Nacional do Índio (Funai) e a Secretaria de Governo da Presidência da República (Segov), o evento busca promover o diálogo sobre perspectivas, ferramentas e instrumentos para o etnodesenvolvimento na região. O encontro segue até sexta-feira (24), com transmissão on-line no canal da Funai no YouTube.

Postada em: FUNAI

Compuseram a mesa o secretário especial de Articulação Social adjunto da Segov, Igor Felipe de Oliveira Araujo; o governador do Acre em exercício, Wherles Rocha; o diretor de Promoção ao Desenvolvimento Sustentável substituto da Funai, Fabrício Magalhães; o secretário de Estado da Casa Civil, Flávio Silva; o secretário de Meio Ambiente e Política Indígena do Acre, Geraldo Israel Milani de Nogueira; e a secretária de Empreendedorismo e Turismo do Acre, Eliane Sinhasique.

Participaram também do dispositivo a liderança indígena e assessor da Secretaria de Meio Ambiente e Política Indígena do Acre, Manoel Kaxinawá; a presidente da Sociedade de Defesa dos Índios Unidos de Roraima (Sodiurr), Irisnaide Silva; e o líder indígena Lucas Tukano, representando as comunidades do estado do Amazonas. No evento, estiveram presentes ainda autoridades convidadas e representantes de diferentes etnias.

Foto: Diego Gurgel/Secom-AC / Postada em: FUNAI

Em sua fala durante a cerimônia, Magalhães chamou atenção para a importância do evento, que tem como proposta contribuir com a troca de experiência entre os indígenas, gestores de outros ministérios e empresas, propondo novas parcerias públicas e privadas. “Nosso esforço diário na Funai tem sido o de impulsionar as atividades produtivas nas aldeias, contribuindo para que os indígenas melhorem de vida e alcancem a autossuficiência econômica. Nos últimos dois anos, a fundação investiu cerca de R$ 30 milhões em projetos de etnodesenvolvimento”, destacou o diretor substituto da Funai.

Além do objetivo de disseminar, avaliar e propor ideias e soluções na área de etnodesenvolvimento para contribuir com a troca de experiência entre os indígenas, o seminário tem o intuito de destacar a abordagem econômica e de sustentabilidade socioambiental entre as comunidades indígenas, o Governo Federal, estados, municípios e a iniciativa privada, a partir de informações atualizadas e das preocupações de agentes de cada macrorregião do país.

No primeiro dia do encontro, serão discutidos temas relativos à agricultura, cadeias de valor, acesso a mercados institucionais, extrativismo e manejo florestal. Já no segundo dia, serão debatidas iniciativas sobre piscicultura, pecuária, turismo e artesanato. Finalizando o evento, o terceiro dia abordará ideias acerca de linhas de crédito e capacitação. Confira aqui a programação completa do seminário.

Outros Seminários

O 1º Seminário Nacional “Povos Indígenas: Etnodesenvolvimento e Sustentabilidade” foi realizado entre os dias 26 e 30 de abril, em Brasília (DF). Em seguida, ocorreu o Seminário Regional Etnodesenvolvimento e Sustentabilidade Centro-Oeste, promovido em Cuiabá (MT) entre os dias 17 e 20 de agosto. O evento contou com um Dia de Campo, que teve a participação do presidente da República, Jair Bolsonaro, e do presidente da Funai, Marcelo Xavier, entre outras autoridades. Na ocasião, foram entregues 42 equipamentos agrícolas a comunidades indígenas de diferentes regiões do país.

A etapa regional é um desdobramento do Seminário Nacional e configura um recorte mais preciso sobre as comunidades indígenas de diferentes partes do território nacional. A Região Norte foi dividida em dois Seminários porque suas sub-regiões possuem uma intensa concentração de grandes populações indígenas na Amazônia e que precisam de um olhar diferenciado.

Nos próximos meses, devem ser realizados outros três Seminários Regionais – Norte II, Sul/Sudeste e Nordeste. Com os eventos, pretende-se avaliar o processo de implementação de políticas públicas, apontando os ajustes necessários em nível local, regional e nacional, aprimorando os canais de comunicação e o arcabouço normativo. Todos os seminários são uma iniciativa do Governo Federal, por meio de uma parceria inédita entre a Funai e a Segov.

Assessoria de Comunicação / Funai – PUBLICADO POR:  FUNAI

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*