Indígenas criam visitação online para garantir geração de renda no AM

A ausência dessas visitas compromete toda a cadeia associada ao turismo

Foto: Acervo Brasiliando – Postada em: D24AM AMAZÔNIA

Manaus – O turismo foi um dos setores impactados pela pandemia da Covid-19. No Brasil, houve uma redução no índice de atividades em 36,7%, em 2020, comparado ao mesmo período de 2019, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

O estado do Amazonas, epicentro da pandemia no Brasil, registrou uma queda de 66% no faturamento do setor, segundo pesquisa realizada pela Rede Observatório de Turismo da Universidade do Amazonas em parceria com a Amazonastur.

Essa queda reflete diretamente na visitação das Áreas Protegidas (unidades de conservação e terras indígenas).  Nessas áreas, o turismo  é uma estratégia fundamental para promover maior apoio à conservação. E a ausência dessas visitas compromete toda a cadeia associada ao turismo.

Com Informações da assessoria / redacao@diarioam.com.br

ÍNTEGRA DISPONÍVEL EM:     D24AM AMAZÔNIA  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*