Brasil tem 56 mil indígenas cursando nível superior

Cinquenta e seis mil indígenas estão cursando nível superior, no Brasil, segundo dados do Ministério da Educação.

Na Universidade de Brasília, são 55 na graduação e 15 na pós-graduação. Outros 85 novos alunos devem ingressar na universidade, no próximo semestre.

Danilo Ferreira é da etnia Tupiniquim e deixou o Espírito Santo para fazer ciências políticas, na Universidade de Brasília (UnB).

Ele, assim como outros indígenas, elegeu a universidade como fonte de saber para defender suas origens e, também, para levar novos saberes ao seu povo.

Mas ele também revela parte dos desafios que os estudantes indígenas encaram durante o curso, como as questões financeiras, o choque cultural, e o preconceito.

Para se manter, Danilo Ferreira recebe R$ 900 da Bolsa Permanência oferecida pelo Ministério da Educação e a Bolsa Universidade de R$ 530.

Do total de índios em universidades, 13 mil estão matriculados em universidades públicas e 42 mil em instituições privadas.

Graziele Bezerra

FONTE: EBC – Radioagência Nacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.