Rondônia se prepara para evitar incêndio florestal durante a seca

Em julho, mais de 1.200 focos de incêndio foram registrados na região que pode sofrer com a pior estiagem desde 2001.

Em entrevista ao programa Falando Francamente, o coronel do Corpo de Bombeiros de Rondônia, Gregório de Lima, alertou sobre o perigo das queimadas durante o período de estiagem na Amazônia.

 

Ele conta que a queimada ilegal e descontrolada traz prejuízos para a saúde, para o meio ambiente, para a economia, para a qualidade do ar, para  a navegação e para o trânsito.
 
Coronel Gregório revela que o período de estiagem já começou e que o prognóstico é que seja a pior seca na Amazônia desde 2001. O fenômeno El Niño é apontado como o motivo para a seca mais severa com baixíssima umidade do ar, o que resulta em mais focos de incêndio e mais problemas respiratórios.
 
Segundo o coronel, o que mais provoca incêndios no campo é a queima ilegal não controlada para limpeza de pasto. E na cidade, o principal motivo é a queima de lixo para limpar o quintal de casa.
 
Para obter informações sobre o uso controlado do fogo basta ligar para a Linha Verde em defesa do meio ambiente:  0800 647 1320
 
O programa Falando Francamente vai ao ar de segunda a sexta, às 15h (horário de Brasília), na Rádio Nacional da Amazônia, e às 13h (horário local), na Rádio Nacional do Alto Solimões.

Produtor
Sandra Torres
FONTE: EBC   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.