Nível do Rio Solimões no Amazonas sobe 3 metros em seis dias

As chuvas na região e o desgelo na Cordilheira do Andes estão entre as causas apontadas por representante da ANA.

Seco desde o ano passado, o rio Solimões, no Amazonas, começou a encher. Em seis dias, subiu 3 metros e 25 centímetros, a informação foi dada pelo representante da Agência Nacional de Águas (ANA), em Tabatinga, Jaime Silva nesta quarta-feira (17).
 
“As informações que nós temos é que as águas estão vindo do desgelo na Cordilheira do Andes, além das chuvas”, afirmou. Jaime Silva ainda informa que as cidades perunas de Pucallpa e Iquitos já estão alagadas.
 
O meteorologista do Sistema de Proteção da Amazônia – SIPAM em Manaus, Dala Rosa, confirmou que uma das causas para elevação das águas do rio Solimões é por causa das chuvas que ocorreram durante os últimos dias pricipalmente no oeste da região. “Uma hora, essa onda de cheia de chegar em Manaus”, alerta.
 
O motivo da subida se dá pelo degelo na Cordilheira dos Andes no Peru, onde duas cidades Pucalpa e Iquitos estão alagadas.
 
O Repórter Solimões vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 18h45 (horário de Tabatinga), na Rádio Nacional do Alto Solimões (96,1 FM), uma emissora da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).      

  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.