Expedição Yanomami investiga ameaças à maior Terra Indígena do Brasil

meme1Com o objetivo de produzir um diagnóstico da região, a Expedição Yanomami (Õkãpomai), que aconteceu entre setembro e outubro de 2014, foi idealizada pela Hutukara Associação Yanomami, pelo ISA e pela Funai, em parceria com o Mídia Ninja para realizar ampla cobertura audiovisual da expedição. O resultado do projeto é um especial com imagens, um curta-metragem inédito produzido pela 12PM, além de um diário de viagem com relatos sobre a viagem de 15 dias pela TI Yanomami. A Canon Professional Service (CPS), que acaba de chegar ao Brasil, apoiou a expedição cedendo equipamentos de fotografia.   

O trecho entre os rios Mucajaí e Uraricuera do limite leste da Terra Indígena Yanomami (TIY), no Estado de Roraima, é caracterizado por florestas densas e praticamente intactas. Mas há suspeitas de invasões e ameaças, além de referências de índios isolados e abundância de grandes animais pouco acostumados com a presença humana.

Sem fiscalização adequada pelos órgãos competentes, as áreas do entorno do limite leste da TI Yanomami (TIY) estão sendo ocupadas de forma cada vez mais intensa com a expansão da fronteira agroextrativista. Através de imagens de satélites já é possível observar o rápido avanço dessa ocupação em direção aos limites da TIY, e até marcas de invasão.

O projeto

O projeto de fiscalização de limites idealizado em 2012 pela Hutukara Associação Yanomami em parceria com o ISA e a Funai foi dividido em quatro etapas para produzir um diagnóstico dessa área leste da Terra Indígena.

Em 2012, foram percorridos mais de 150 km de fronteira na região do Ajarani (que contempla os municípios de Iracema e Mucajaí, em Roraima). Na ocasião foram constatadas invasões em curso e o aumento da pressão sobre os recursos naturais por parte de diferentes agentes tais como fazendeiros, madeireiros, grileiros, garimpeiros, entre outros.

Em 2013, uma nova expedição partiu do Rio Apiáu, percorrendo 114,28 km em 13 dias, com trechos realizados de barco e por terra. Nesta região foram observadas ameaças, como uma invasão de 30 hectares dentro da Terra Indígena, e diversos acampamentos de garimpeiros. A viagem também for marcada por paisagens exuberantes e momentos incríveis de convivência com os Yanomami na Floresta, que caminham pela mata como se estivessem passeando em seu quintal.

Acompanhe a expedição. Acesse: expedicaoyanomami.socioambiental.org

Fonte: ISA – Instituto Socioambiental

VER MAIS EM:

http://amazonia.org.br/2015/04/expedi%c3%a7%c3%a3o-yanomami-investiga-amea%c3%a7as-%c3%a0-maior-terra-ind%c3%adgena-do-brasil/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.