RO – Conflito armado na TI 7 de Setembro, em Cacoal

 

A madeira está sendo retirada de uma área próxima ao município de Espigão do Oeste. O conflito foi iniciado quando Almir Suruí decidiu impedir a ação dos madeireiros.

O cacique Almir Suruí corre risco de vida na Terra Indígena 7 de Setembro, em Cacoal, devido à ação de madeireiros. A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental (Sedam) já comunicou a Fundação Nacional do Índio (Funai), em Brasília, pedindo proteção para o líder indígena.

A situação teria se agravado porque os madeireiros que entraram na TI contam com o apoio de diversos índios, que estão obtendo vantagens com a retirada ilegal de madeira. Foram fornecidas armas para esses índios, que também estariam ameaçando Almir Suruí.

A madeira está sendo retirada de uma área próxima ao município de Espigão do Oeste. O conflito foi iniciado quando Almir Suruí decidiu impedir a ação dos madeireiros.

FONTE : Tudorondonia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.