Rio+20 – Museu da Vida inaugura exposição Nós do mundo

Evento é parte das atividades da Fiocruz para a Rio+20. A mostra trata da relação entre os seres humanos e o planeta e integra as atividades da Fiocruz para a Rio+20 – a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável de 13 a 22 de junho -, marcando também os aniversários de 13 anos do Museu da Vida, de 25 anos da Casa de Oswaldo Cruz e os 112 anos da Fundação. Conta com imagens, áudio, vídeos e atividades interativas para abordar temas como consumismo exagerado, mudanças climáticas, matrizes energéticas, desigualdades sociais e degradação do meio ambiente.

 

A exposição Nós do mundo – com entrada gratuita – será inaugurada no próximo dia 25 de maio, na sala de exposições do Museu da Vida, que, nesta iniciativa, conta com a parceria do Instituto de Arte Contemporânea e Jardim Botânico (Inhotim) e a colaboração de Furnas.

 

“Os museus de ciência têm cada vez mais um papel fundamental como fórum de debate de discussões sobre temas de grande relevância para a ciência e a sociedade. Neste contexto, a exposição Nós do mundo visa estimular a reflexão sobre a necessidade e os desafios de buscarmos um desenvolvimento sustentável”, afirma Luisa Massarani, chefe do Museu da Vida. Ela destaca ainda a importância da exposição como provocadora de questionamentos e fonte de informações no contexto da Rio+20.

 

Atividades para todos – A exposição é composta por painéis que discutem a relação do homem com a natureza, mostrando tanto o cenário mundial contemporâneo como algumas das soluções já existentes para o alcance de um desenvolvimento mais sustentável.

 

Há também um módulo interativo, com atrações como uma bicicleta que, ao ser pedalada, transforma a energia produzida em energia elétrica; uma casa em miniatura com informações sobre o gasto de energia por aparelhos geralmente encontrados na residência do brasileiro; a simulação de um supermercado em que, ao passar o código de barras de seu “produto” em um leitor, o visitante receberá informações ambientais a respeito dele; uma linha do tempo no qual os visitantes poderão saber mais sobre algumas datas que marcaram os debates sobre desenvolvimento sustentável.

 

“Queremos que os visitantes reflitam sobre o nosso papel no cenário atual e também em cenários positivos, mais sustentáveis, que já começam a surgir em diversos países. Queremos mostrar que o futuro é fruto das nossas escolhas de hoje”, explica Vanessa Guimarães, curadora da exposição.

 Mais informações e agendamento de visitas: (21) 2590-6747 e recepcaomv@coc.fiocruz.br.

(Ascom da Fiocruz)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.