Projeto Mori: reunião anual traz prognóstico das ações que buscam mitigar o desmatamento ilegal na Amazônia

Por meio de acordo técnico bilateral entre Brasil e Japão, o projeto prevê a ampliação da fiscalização ambiental

– Foto: Adobe Stock / Postada em: IBAMA

Brasília (21/09/2022) – Na última quinta-feira (15), o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) recebeu representantes da Agência Internacional de Cooperação do Japão (JICA) para definirem o plano de ação anual do Projeto para o Aperfeiçoamento do Controle de Desmatamento Ilegal por meio de Tecnologias Avançadas SAR e AI na Amazônia Brasileira (Projeto Mori) – que prevê ações para o monitoramento por meio de inteligência artificial e satélites com radar de abertura sintética – capazes de obter imagens diurnas, noturnas e em épocas de chuva.

Durante o evento, membros das instituições discutiram dados de desmatamento gerados pelo satélite japonês Advanced Land Observing Satellite (ALOS-2) e a necessidade de validar as informações do Sistema de Alerta Precoce Florestal nos Trópicos (JJ-FAST) com o trabalho em campo que acontece de 19 a 23 de setembro em Rondônia – uma das áreas-piloto do projeto, assim como Altamira (PA), Novo Progresso (PA) e outras localidades da região amazônica.

Estiveram presentes na reunião, ainda, especialistas da Agência de Exploração Aeroespacial do Japão (JAXA), da Embaixada Japonesa no Brasil, do Ministério do Meio Ambiente (MMA), e da Agência Brasileira de Cooperação (ABC).

Sobre o projeto

O projeto utiliza tecnologias avançadas de radar, com base na aplicação e na validação de dados dos satélites japoneses ALOS-2 e ALOS-4, integrando informações de monitoramento ambiental ao JJ-FAST, de modo a apoiar os especialistas do Ibama. A qualidade das imagens, associada ao uso de inteligência artificial, tendem a aprimorar as ações de fiscalização em campo.

A iniciativa de cooperação técnica bilateral entre os países foi negociada em 2019 com o governo do Japão, por intermédio da ABC, e sua aprovação, em 2020, ensejou o planejamento conjunto das linhas gerais do plano de trabalho, acordado pelas equipes brasileira e japonesa. O Projeto Mori conta com reuniões anuais que trazem o prognóstico e dados atualizados sobre as ações, e terá duração até 2026.

Assessoria de Comunicação do Ibama – Projeto Mori: reunião anual traz prognóstico das ações que buscam mitigar o desmatamento ilegal na Amazônia — Português (Brasil) (www.gov.br)   

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: