47ª Tertúlia Portugal – Brasil

Será realizada no próximo dia 17 de setembro de 2022, sábado, a 47ª Tertúlia Portugal – Brasil, sob o tema: “A independência do Brasil: vista da Europa em 1820-1823”, tendo como convidado o “Major General Rui Moura”. 

O grupo de trabalho transnacional, capitaneado pelo Prof. Dr. Cesar Bargo Perez e pelo Cel. Elcio Secomandi, por parte do Brasil, e pelo Major General Rui Moura, por parte de Portugal, CONVIDA para a 47ª Tertúlia Portugal – Brasil:

47ª TERTÚLIA PORTUGAL – BRASIL
SÁBADO, dia 17 de setembro de 2022,
22h00 – 23h40 (horário de Lisboa) / 18h00 – 19h40 (horário de Brasília),

TEMA: “A independência do Brasil: vista da Europa em 1820-1823”

Apresentação: “Major General Rui Moura”

Plataforma Zoom: https://us02web.zoom.us/j/6164543465

Canal das Tertúlias no YouTube:    https://www.youtube.com/TertuliasPortugalBrasil

Canal de Podcasts:
https://anchor.fm/tertuliasportugalbrasil

Sobre o convidado: 
O Major General Rui Moura é licenciado em Engenharia de Sistemas, pós-graduado em Investigação Operacional e Engenharia de Sistemas no Instituto Superior Técnico – Universidade de Lisboa e mestre em Ciências Militares, está habilitado com o curso Top Senior Police Officers – TOPSPOC da CEPOL (EU), o curso de Promoção a Oficial General do Instituto de Estudos Superiores Militares e o curso de Estado-maior do Instituto de Altos Estudos Militares, para além dos cursos de Oficial de Infantaria (Basic e Advanced), de Rangers e de Paraquedismo do Exército dos Estados Unidos da América, entre outros.
Major-General (Reserva), durante 40 anos de carreira militar, desempenhou funções no Exército Português, na Guarda Nacional Republicana e na NATO. Entre muitos outros, exerceu os cargos de Comandante Operacional da GNR, Diretor de Recursos Humanos do Exército, Comandante de Doutrina e Formação da GNR, Chefe do Estado Maior da Brigada Mecanizada, Chefe da Divisão de Pessoal e Instrução do Estado-Maior do Exército e Chefe da Repartição de Operações Conjuntas do Quartel-General Supremo das Forças Aliadas na Europa (SHAPE/NATO, Mons-Bélgica).
Exerceu, ainda, funções docentes no Instituto de Estudos Superiores Militares, Instituto de Altos Estudos Militares, Instituto Universitário Militar, NATO School e CEPOL (European Union Agency for Law Enforcement Training); e colabora como orador convidado em Mestrados da Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa e do Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa. Foi consultor da INTERPOL e membro do Worldwide Public Safety and Justice Advisory Council.
É orador em Congressos, Colóquios e Seminários, tendo publicado livros, capítulos de livros e diversos artigos e comunicações em publicações militares e académicas de referência.
Participou em missões militares de curta duração em Angola, Moçambique, Albânia, antiga República Jugoslava da Macedónia, Bósnia-Herzegovina, Kosovo e Paquistão.
Após a passagem à reserva iniciou, em 2017, a sua colaboração com o Grupo BEL na assessoria da área da segurança e foi, durante 3 anos, Senior Strategic Advisor do Grupo Tekever e Director de Operações de um consórcio internacional.
Administrador de Empresas, designadamente do Grupo Bel e da VASP-Distribuidora de Publicações.
Membro do Conselho Científico da Comissão Portuguesa de História Militar e membro associado correspondente internacional do Instituto de Geografia e História Militar do Brasil (IGHMB).

Resumo da Comunicação: 
Os 200 anos da Independência do Brasil comemoraram-se a 7 de setembro, que, mais do que uma data simbólica, é o resultado de um processo longo que se iniciou muito antes do Grito do Ipiranga e que se prolongou posteriormente a este acontecimento.
Mas quando há uma referência aos acontecimentos que conduziram à separação política entre Portugal e o Brasil há, normalmente, uma visão focada apenas nos acontecimentos que se passaram no Rio de Janeiro, São Paulo e no restante Brasil. Esta visão torna-se incompleta sem haver uma análise comparada com o que se passava, na mesma época, em Portugal, na Europa e no Mundo.
Pretende-se dar uma visão externa dos acontecimentos que conduziram à Independência do Brasil através da análise de quatro períodos fundamentais para a compreensão do processo: a Transferência da Corte para o Brasil (1807-08), a Revolução do Porto e Cortes de Lisboa (1820-22), os acontecimentos no Brasil, onde D. Pedro passa de Regente a Imperador (1822-1824) e, finalmente, o reconhecimento da Independência (1825) por Portugal e pelas potências europeias.

AS TERTÚLIAS JÁ REALIZADAS ESTÃO DISPONÍVEIS NO CANAL DO YOUTUBE:    TERTÚLIAS PORTUGAL BRASIL   

Comissão Organizadora do Projeto Tertúlia Portugal-Brasil:
– Major General Rui Moura, Reserva do Exército de Portugal;
– Prof. Dr. Cesar Bargo Perez, Pesquisador da Universidade Católica de Santos; e
– Cel Rfm/EB Elcio R. Secomandi, Pesquisador e Professor Emérito da Universidade Católica de Santos   

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: