Ministério da Saúde realizou mais de 10 milhões de atendimentos em áreas indígenas

Vacinação contra a Covid-19 chegou a 90% dos indígenas aldeados com mais de 18 anos; trabalho é realizado pela Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai)

Postada em: Saúde Indígena

A Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) é um dos braços essenciais do Ministério da Saúde para o atendimento dos povos e comunidades tradicionais. Neste ano, mesmo marcado pelos desafios que o Sistema Único de Saúde (SUS) enfrentou com a pandemia, mais de 10 milhões de atendimentos médicos foram realizados em territórios indígenas.

Além disso, a Sesai realizou sete ações com instituições não governamentais onde foram realizados mais de 21 mil procedimentos entre atendimentos oftalmológicos com entrega de óculos com lentes corretivas, cirurgias, procedimentos odontológicos, consultas médicas e exames.

No campo profissional, o Ministério da Saúde implementou o Programa Jovens Indígenas. O projeto disponibiliza vagas de trabalho para indígenas que não possuem experiência profissional nos cargos de enfermeiros e técnicos de enfermagem, possibilitando assim o ingresso deles, por meio de processo seletivo, nos Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI).

Segundo o secretário de Saúde Indígena, Robson Santos da Silva, as diversas ações serviram para ratificar o compromisso do Governo Federal de atender as necessidades das populações indígenas aldeadas em todo o Brasil. “Uma das principais marcas desse ano foi o trabalho feito com base em rígidos padrões de governança e transparência. Isso se refletiu em cada uma das ações, no emprego adequado dos recursos, otimizados em prol da saúde indígena”.

Vacinação 

Em 2021, o Governo Federal destinou R$ 29 milhões para o enfrentamento da Covid-19 nas comunidades atendidas pelo Ministério. Os indígenas foram prioridade na vacinação. O país também alcançou o patamar de 90% dos indígenas maiores de 18 anos com a primeira dose. A segunda dose também já chegou para 84% desse público.

Os 406.962 indígenas acima dos 18 anos atendidos pelo Subsistema de Atenção à Saúde Indígena (SasiSus) estão dentro dos grupos prioritários da campanha desde o início, em 18 de janeiro, seguindo o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO).

Saneamento 

Até novembro, foram concluídas obras de sistemas de abastecimento em 25 aldeias para levar acesso à água potável para essas comunidades. Também foram entregues 14 obras de reforma ou ampliação de estruturas existentes. Atualmente, 76 obras estão em andamento.

O ano termina, ainda, com 173 projetos de edificações e saneamento, como o projeto de poço tubular profundo, o projeto de instalações elétricas para Sistema de Água e Abastecimento (SAA) e o Módulo Sanitário Domiciliar.

Nathan Victor
Ministério da Saúde – SAÚDE INDÍGENA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: