Funai e Ibama levam curso de formação de brigada de incêndio para indígenas de Roraima

Em Roraima, indígenas das etnias Macuxi, Wapichana e Taurepang participaram de um curso de formação de brigadistas organizado pelo Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (PrevFogo/Ibama) e pela Fundação Nacional do Índio (Funai), por meio da Coordenação Regional (CR) de Roraima, unidade descentralizada da fundação na capital do estado.

Foto: Divulgação

Estiveram presentes no treinamento 26 indígenas da Terra Indígena (TI) Araçá, município de Amajari (RR), e 40 indígenas da TI São Marcos, município de Pacaraima (RR), além de dois servidores da Funai em Roraima. A capacitação abordou técnicas de combate e de Manejo Integrado do Fogo (MIF) que serão aplicadas pelos brigadistas indígenas, com supervisão dos servidores da Funai e do Ibama.

O curso foi realizado nas TIs Araçá e São Marcos. Durante o treinamento, os indígenas também realizaram atividades práticas de combate a incêndios. A fundação colaborou com o fornecimento de alimentação e apoio logístico, enquanto que o Ibama realizou o treinamento e forneceu os equipamentos.

O servidor da CR Roraima Jaime dos Santos, participante do curso, destacou a importância da iniciativa. “É muito importante estarmos formados e capacitados como brigadistas. Agora, podemos levar nossos conhecimentos do Manejo Integrado do Fogo para dentro da nossa área de atuação e para o dia a dia, sendo que nesse período de seca começam a aparecer os focos de incêndio”, ressaltou o servidor da Funai.

A parceria da Funai com o Prevfogo/Ibama ocorre desde 2010. A Funai, por meio da Coordenação de Prevenção a Ilícitos/Coordenação-Geral de Monitoramento Territorial (Copi/CGMT), tem apoiado os processos de formação e contratação dos brigadistas, descentralizando recursos e disponibilizando servidores para acompanhar e participar das formações e operacionalização das brigadas. Os cursos valorizam os conhecimentos tradicionais e promovem o diálogo intercultural acerca das práticas de MIF.

Assessoria de Comunicação /   FUNAI   

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*