25ª Tertúlia Portugal Brasil

Será realizada no próximo dia 9 de outubro de 2021, sábado, a 25ª Tertúlia Portugal Brasil, sob o tema: “Napoleão, D. João e o Brasil”, tendo como Convidado: Pedro Soares Franco de Avillez.

O grupo de trabalho transnacional, capitaneado pelo Prof. Dr. Cesar Bargo Perez e pelo Cel. Elcio Secomandi, por parte do Brasil, e pelo General Rui Moura, por parte de Portugal, CONVIDA para a 25ª Tertúlia Portugal Brasil:

25ª TERTÚLIA PORTUGAL-BRASIL
SÁBADO, dia 9/outubro/2021,
22h00 – 23h40 (hora de Lisboa) / 18h00 – 19h40 (hora de Brasília),

TEMA: “Napoleão, D. João e o Brasil”

Apresentação: Dr. Pedro Soares Franco de Avillez.

Plataforma Zoom: https://us02web.zoom.us/j/6164543465

Canal das Tertúlias: www.youtube.com/TertuliasPortugalBrasil   

CURRICULUM VITAE

Pedro Soares Franco de Avillez
Nasceu em Lisboa em 15 de Fevereiro de 1941. Diplomado em 1962 em Ciências Políticas pelo Instituto de Estudos Políticos (Sciences-Po), e em 1964 em Sociologia Económica pela E.P.H.E. (Sorbone), ambas instituições da Universidade de Paris. Nesse ano ingressa no Ministério da Economia, é colocado 5 anos em funções técnicas e diplomáticas na Delegação Permanente de Portugal na O.C.D.E. em Paris. Em 1966-68 frequenta pós-graduação na E.N.A. (Escola Nacional de Administração do Estado Francês). Em 1980 concluiu um MBA em Finanças, CMB de Nova Iorque.
A partir de 1968 e durante os 34 anos seguintes, exerceu funções de direção e administração de instituições bancárias em diversas praças internacionais, (França, África do Sul, Moçambique, Angola, USA – nomeadamente 14 anos com o Chase Manhattan Bank, à época o primeiro banco mundial – e Mónaco), e posteriormente na administração de diversa empresas industriais nacionais e internacionais no Mónaco, GB, Portugal e Espanha.
A partir de 2002 dedicou-se ao estudo das Ciências Políticas e Económicas, e particularmente ao estudo e publicação de ensaios em temas de História portuguesa.
De 1998 a 2002 criou e dirigiu a editora Prefácio, e em 2002 a editora Tribuna da História que continua, com cerca de 160 obras publicadas. É autor de cerca de 85 artigos publicados em temas de História, Economia e Biografias. Participa regularmente em seminários e conferencias sobre História e Economia, em Portugal e no Estrangeiro.
Em 2011 foi-lhe conferido a ‘Condecoração Dom Afonso Henriques, Medalha de Mérito do Exército de 1ª Classe’ pelo Chefe de Estado Maior do Exército Português, pelos seus trabalhos académicos de interesse público e de promoção da História Militar e pela atividade de publicações da sua editora Tribuna da História.
É Académico Correspondente da Academia Portuguesa Internacional de Cultura, é Sócio da Sociedade de Geografia de Lisboa e membro da Comissão de Relações Internacionais, e é Membro do Conselho Científico da Comissão Portuguesa de História Militar (do Ministério de Defesa).

RESUMO DA APRESENTAÇÃO

“Napoleão, D. João e o Brasil” 
Napoleão foi o continuador do movimento político da Revolução Francesa, tendo tentado fundir numa versão romântica, racionalista e socialmente elitista, o que conseguia extrair da versão jacobina da Revolução, com algumas tradições políticas e sociais da milenária moralidade cristã da monarquia, de forma a estabilizar em paz e com um futuro mobilizante uma nova sociedade Francesa, que há mais de dez anos vivia em guerra civil.
Numa segunda fase Napoleão tentou exportar a sua visão política e social para toda a Europa e para o Mundo Ocidental.
Mas fez acordar reações nacionalistas na Europa e na América Latina, que destruíram o seu projeto franco-centrista para a Europa, mas levou à emancipação de territórios coloniais na América Hispânica.
Na América Portuguesa, a transferência do Rei e Capital do Império de Lisboa para o Brasil levou á unificação das diferentes províncias ou capitanias, económica e socialmente diferentes num território único, e à aceleração do seu desenvolvimento administrativo, social e económico, assim como à abertura do comércio e do relacionamento internacional do Brasil, mas também ao desenvolvimento de desejos de independência.
Mas será a versão monárquica do Parlamentarismo Constitucional, e não as variantes jacobinas Hispano-Americanas, que vingarão no Brasil independente, com consequente força unificadora e nacional.

AS TERTÚLIAS JÁ REALIZADAS ESTÃO DISPONÍVEIS NO YOUTUBE: TERTÚLIAS PORTUGAL BRASIL

Comissão Organizadora do Projeto Tertúlia Portugal-Brasil:
– Major General Rui Moura, Reserva do Exército de Portugal;
– Prof. Dr. Cesar Bargo Perez, Pesquisador da Universidade Católica de Santos; e
– Cel Rfm/EB Elcio R. Secomandi, Pesquisador e Professor Emérito da Universidade Católica de Santos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*