Bolsonaro exclui governadores da Amazônia de conselho, e Mourão tomará decisões sozinho

Órgão que existia desde 1995 foi reestruturado por Bolsonaro e transferido para Vice-Presidência.

O presidente Jair Bolsonaro excluiu os governadores dos estados da Amazônia Legal da composição do Conselho Nacional da Amazônia Legal, órgão que estava vinculado ao Ministério do Meio Ambiente e que será transferido para a Vice-Presidência. Além disso, todas as decisões serão tomadas pelo vice-presidente Hamilton Mourão, após a manifestação dos outros membros.

Durante a assinatura, em evento no Palácio do Planalto, Bolsonaro afirmou ter esperança de que o governo irá dar “a devida resposta” aos que criticam a proteção da floresta. O presidente fez referência ao presidente da França, Emmanuel Macron, que no ano passado defendeu uma discussão sobre a “internacionalização” da Amazônia, em meio ao aumento de queimadas na floresta.

Leia na íntegra: O Globo

O Globo não autoriza a reprodução do seu conteúdo na íntegra para quem não é assinante. No entanto, é possível fazer um cadastro rápido que dá direito a um determinado número de acessos.   

Leia também:

O Globo – Bolsonaro diz que governo irá dar ‘devida resposta’ a críticas sobre Amazônia

O Globo – Rodrigo Maia costura apoio a projetos ambientais na Câmara dos Deputados

Agência Brasil – Conselho da Amazônia vai unificar ações do governo, diz Mourão    

FONTE: Jornal da Ciência – http://www.jornaldaciencia.org.br/edicoes/?url=http://jcnoticias.jornaldaciencia.org.br 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.