Sínodo Amazônia – “Encontrar nas comunidades as respostas aos nossos desafios”

Dom Mario Antônio, bispo de Roraima, chama: “Vamos juntos construir um mundo mais humano e mais fraterno e encontrar em nossas comunidades potencialidades e respostas para os nossos desafios. Deus ilumine, que seremos povos e regiões de esperança!”.

Reunido desde sexta-feira (30/11), o Regional Norte 1 da CNBB realiza no centro de Estudos da Maromba, em Manaus (AM), a Assembleia Territorial em vista do Sínodo Amazônico. A atividade é uma síntese de todo o processo de escuta e tem a participação de todos os bispos do Regional, que engloba os estados do Amazonas e Roraima.

Para o bispo de Roraima e Presidente do Regional Norte 1, Dom Mário Antônio da Silva, a Assembleia Territorial “é o coroamento de todo um processo de escuta das comunidades e povos originários da Amazônia, prioritariamente os povos indígenas”.

“Estamos acolhendo o que veio de nossas comunidades de maneira a aprofundar com mais propriedade aquilo que é mais essencial neste processo de construção de novos caminhos para a evangelização e uma ecologia integral. Reunidos com integrantes de todas as nossas dioceses, prelazias e a Arquidiocese de Manaus mostramos a nossa comunhão, o que queremos num processo de sinodalidade, ou seja, de caminhar juntos agradecidos ao Papa Francisco por esta convocação e poder oferecer para a Amazônia e também para o Brasil e o mundo propostas de uma Igreja em saída, decididamente missionária que através de uma conversão pastoral e ecológica, está pronta para cuidar da Criação, a obra que Deus colocou em nossas mãos”.

“Vamos juntos construir um mundo mais humano e mais fraterno e encontrar em nossas comunidades potencialidades e respostas para os nossos desafios. Deus ilumine, que seremos povos e regiões de esperança!”.

#sinodoamazonico #REPAM-Brasil

Pe. Luis Miguel Modino – Manaus
Cristiane Murray – Cidade do Vaticano

FONTE: VATICAN NEWS

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.