Voluntários engajados na proteção da Flona de Carajás

Unidade conta com 36 voluntários, e já conduziram 400 visitantes em dois meses para visitas com o objetivo de educação ambiental, promovendo a sensibilização dos visitantes sobre a importância dessas áreas protegidas.

voluntariosflona

A Floresta Nacional de Carajás comemora o desenvolvimento do trabalho da unidade com a participação ativa dos voluntários. Em dois meses de atividade, os voluntários conduziram cerca de 400 visitantes ao interior do Mosaico de Carajás para visitas com o objetivo de educação ambiental, promovendo a sensibilização sobre a importância destas áreas protegidas. Nesse período, os voluntários promoveram palestras e participaram de eventos tanto na Floresta Nacional de Carajás quanto em comunidades do entorno, com o objetivo de promover as unidades de conservação trazendo um sentimento de pertencimento para as comunidades, além de buscar o reconhecimento ao programa de voluntariado.

Hoje o Programa de Voluntariado da Floresta Nacional de Carajás, localizada em Parauapebas no Pará, conta com 36 voluntários, uma equipe multidisciplinar com estudantes de engenharia florestal, ambiental, estudantes de geografia e do curso técnico em meio ambiente, vários alunos da Universidade Federal da Amazônia (UFRA), do Instituto Federal do Pará (IFPA) e de outras instituições de ensino, além de pedagogo, engenheiro de pesca entre outros profissionais que já atuam no mercado de trabalho e contribuem com o seu conhecimento para a conservação da biodiversidade amazônica.

A Unidade iniciou as ações do Programa de Voluntariado em junho de 2018, e, após uma formação teórica de um dia, os voluntários começaram a conduzir visitantes no interior das Unidades de Conservação do Mosaico de Carajás com a orientação de colaboradores do ICMBio e parceiros, para que eles pudessem aprender na pratica as técnicas de condução de visitantes.

O principal objetivo do programa de voluntariado da Flona Carajás é promover o engajamento da sociedade na conservação da biodiversidade por meio da apresentação das Unidades de Conservação do Mosaico de Carajás, mostrando para sociedade a importância dessas áreas protegidas para toda a região. Um exemplo é a própria Floresta Nacional de Carajás que recebe muitas solicitações de visitas, além de palestras e formações. O Programa de Voluntariado do ICMBio contribui para incluir e integrar a sociedade para conservar e proteger o patrimônio ambiental brasileiro.
volunaruos22

 

Programa

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) iniciou o Programa de Voluntariado em 2009. Atualmente, são diversas unidades de conservação que oferecem a oportunidade de pessoas interessadas ser um voluntário. O Programa está em permanente processo de expansão em todo país, ampliando a rede de proteção do patrimônio natural que é de todos os brasileiros. O Programa tem o propósito de promover o engajamento da sociedade na conservação da biodiversidade por meio da ação voluntária e do reconhecimento público dessa contribuição. A população pode atuar, juntamente com as equipes do ICMBio, em diversas ações de conservação da natureza tais como pesquisa, visitação, comunicação, educação ambiental e proteção, entre outras.

Seja um voluntário também, saiba mais sobre o programa, acesse aqui

Comunicação ICMBio
(61) 2028-9280

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.