Atualmente, menos de 1% dos recursos federais é investido para ciência e tecnologia na Amazônia, revela a Fapespa

Segundo a Fundação Amazônia de Amparo a estudos e Pesquisas (Fapespa), hoje, menos de 1% dos recursos federais é investido para ciência e tecnologia na Amazônia. Pesquisadores paraenses estão preocupados, haja vista que a Amazônia é centro de interesses internacionais e concentra a maior biodiversidade do Planeta.

Esse assunto será discutido a partir desta quarta-feira (16) até o próximo dia 18, no Fórum Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa, em Belém.

“A partir de hoje até sexta-feira, Belém se transforma na capital nacional da ciência, tecnologia e inovação no Brasil”, diz o presidente da Fapespa Eduardo Costa. Os representantes das 25 fundações de amparo à pesquisa dos estados brasileiros, das secretarias de estado de ciência e tecnologia, do Ministério da Ciência e Tecnologia, CNPQ, Capes e Finep vão discutir acerca da necessidade de mais recursos financeiros para que esse trabalho seja feito de forma mais eficaz.

G1 | PA | Rede Liberal

Leia a notícia completa aqui.

 

VER MAIS EM:

http://midiaeamazonia.andi.org.br/clipping/atualmente-menos-de-1-dos-recursos-federais-e-investido-para-ciencia-e-tecnologia-na-amazonia-revela-fapespa

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*