Imazon: Em março Amazônia perdeu 20 km2 de floresta

Em março de 2014, o Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD) detectou 20 quilômetros quadrados de desmatamento na Amazônia Legal. Isso representou uma redução de 75% em relação a março de 2013 quando o desmatamento somou 79 quilômetros quadrados. Por sua vez, em fevereiro de 2014 foram registrados 11 quilômetros quadrados de desmatamento, o que representou uma redução de 77% em relação a fevereiro de 2013 quando o desmatamento atingiu 45 quilômetros quadrados.   

O desmatamento acumulado no período de agosto de 2013 a março de 2014, correspondendo aos oito primeiros meses do calendário atual de desmatamento, totalizou 560 quilômetros quadrados. Isso significa uma redução do desmatamento acumulado de 61% em relação ao período anterior (agosto de 2012 a março de 2013) quando o desmatamento somou 1.430 quilômetros quadrados.

Em março de 2014, a maioria (52%) do desmatamento ocorreu no Mato Grosso, seguido por Pará (24%) e Roraima (24%). Em fevereiro de 2014, o desmatamento ocorreu principalmente em Roraima (40%), Amazonas (30%) e Pará (26%).

As florestas degradadas somaram apenas 5 quilômetros quadrados em março e fevereiro de 2014. A degradação florestal acumulada no período de agosto de 2013 a março de 2014 totalizou 218 quilômetros quadrados. Em relação ao período anterior (agosto de 2012 a março de 2013) houve redução de 80% quando a degradação florestal somou 1.100 quilômetros quadrados.

O monitoramento nos meses de fevereiro a março de 2014 foi comprometido pela elevada cobertura de nuvens no período, possibilitando monitorar apenas 31% e 42% da área florestal na Amazônia, respectivamente. Portanto, as estatísticas desse período são conservadoras.

Confira o estudo completo aqui.

Fonte: Imazonhttp://amazonia.org.br/2014/04/imazon-em-mar%c3%a7o-amaz%c3%b4nia-perdeu-20-km2-de-floresta/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.