Faixa de Fronteira – Firmado acordo para a construção de estrada e hidrelétrica

Os ministros de Relações Exteriores do Brasil e da Guiana, Antônio Patriota e Carolyn Rodrigues, respectivamente, assinaram anteontem, em Brasília (DF), um memorando de acordo entre os dois países para que um grupo formado por técnicos faça um estudo para a construção da estrada Linden-Lethen e também para as obras de uma hidrelétrica no país vizinho.

A cônsul da Guiana em Boa Vista, Leila King, informou ontem à tarde que o grupo, composto de brasileiros e guianenses, apresentará o resultado dos estudos nos primeiros quatro meses do próximo ano. “Este acordo, segundo o que foi divulgado oficialmente na Guiana, estabelece a formação de um grupo de infraestrutura que fará o estudo para a construção da estrada, hidrelétrica e de um porto”.

Leila avaliou o entendimento entre as nações como positivas, uma vez que o assunto estava em discussão há mais de 20 anos. “O primeiro passo foi dado do longo processo para acelerar os projetos de infraestrutura que ajudarão a desenvolver a economia da Guiana e do Brasil”.

Além da estrada, o acordo ainda prevê a construção de um porto de águas profundas no país vizinho. O local, segundo o Governo guianense, será destinado para movimentar cargas vindas do Brasil, utilizando Roraima como rota internacional. O porto também tem a finalidade de reduzir o tempo de entrega das mercadorias que chegam ao Brasil pelo oceano Atlântico.

O governo guianense também estuda uma proposta dos governos da China e do Suriname. Os países também estão interessados em construir um porto e ferrovias para atender os serviços de carga pelo Norte do Brasil. “Nossos ministros disseram que o acordo é fruto do bom relacionamento entre os dois países. O primeiro passo foi dado e é algo muito importante para os dois países”, finalizou. (AJ)

FONTE : Folha de Boa Vista – http://www.folhabv.com.br/Noticia_Impressa.php?id=141860

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.