AM – Turismo próximo a Ponte Rio Negro

A construção da Ponte Rio Negro estimulou o turismo da região das proximidades do local. Para planejar a atividade turística da localidade, 15 representantes indígenas do Amazonas vão se reunir na aldeia de Sahu-Apé, Km 32 da AM-070, a partir desta segunda-feira (30). A preparação deve envolver as comunidades na atuação da rentabilidade turística da localidade.

O planejamento é necessário porque o turismo deve aumentar e o impacto dessa atividade também. A previsão é do setor de etnodesenvolvimento da Secretaria de Estado para Povos Indígenas (Seind). Além dos Sateré-Mawé, a capacitação conta com a presença de representantes do povo Apurinã e Tikuna.

De acordo com o coordenador de etnodesenvolvimento da Seind, Cristiano Oliveira, o planejamento é realizado para minimizar as alterações provocadas pelo desenvolvimento da atividade turística. “Queremos preparar a comunidade indígena para trabalhar com ecoturismo e receber os turistas”, explicou.

Apesar do impacto ambiental, o turismo deve contribuir com a geração de renda indígena. “Não é possível desenvolver turismo sem que haja transformações ambientais, sociais, culturais e econômicas em uma comunidade”, disse a técnica de departamento de etnodesenvolvimento da secretaria, Rosa dos Anjos.

VER MAIS EM : http://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2012/07/turismo-proximo-ponte-rio-negro-estimula-renda-para-indios-no-am.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.