Inpa realiza II Oficina de capacitação em agricultura orgânica em Presidente Figueiredo

Com o objetivo de capacitar agricultores familiares em práticas agroecológicas de uso, manejo, conservação do solo e agricultura orgânica, visando a produção de alimentos mais saudáveis em agroecossistemas mais sustentáveis, o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTI) realizará a “II Oficina de Capacitação em Agricultura Orgânica para Produtores Familiares do Estado do Amazonas”.

Oficina sobre Fracionamento do Rizoma da banana – Acervo: Sônia Alfaia/ Inpa

A atividade começa nesta terça (17) e segue até sexta-feira (20), na comunidade de Nova Jerusalém, em Presidente Figueiredo (a 119 quilômetros em linha reta de Manaus).

A oficina será ministrada pelo engenheiro agrônomo doutor Reinaldo José Álvarez Puente, da Universidade José Martí Pérez de Sancti Spiritus de Cuba, que usa um enfoque participativo, a partir do conhecimento e experiência dos participantes. Serão abordados os seguintes temas: princípios agroecológicos, produção de adubos orgânicos e de defensivos naturais e manejo do bananal, com ênfase na produção de mudas, a partir do fracionamento do rizoma.

“Durante a oficina, os produtores terão a oportunidade de aprender fazendo. Após as explicações teóricas em sala de aula, vão a campo para realizar e discutir as atividades práticas relacionadas com os temas ministrados”, destaca a pesquisadora do Inpa e coordenadora da atividade, a doutora Sonia Alfaia.

Os interessados podem se inscrever por meio do contato de WhatsApp (92) 981716662 (Gení Narimatzu) ou no Mercado Arara azul, localizado na Rodovia BR-174, no município de Presidente Figueiredo (tratar com a Sra. Maria). A oficina acontecerá no Colégio 3 CMMPF, na Comunidade Nova Jerusalém, Km 179 da BR-174 – Presidente Figueiredo.

Sobre a oficina

A oficina faz parte de projeto recentemente aprovado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), sob a coordenação da pesquisadora Sonia Alfaia, professora do Programa de Pós-graduação em Agricultura no Trópico Úmido (PPG-ATU). O projeto já foi realizado de 2016 a 2018, com fomento da SECIS/MCTI e Finep, quando foram capacitados, aproximadamente, dois mil produtores familiares, em especial, assentados da reforma agrária, ribeirinhos e indígenas.

Conforme Alfaia, devido à grande demanda por parte de diversas comunidades agrícolas do Amazonas, o projeto foi novamente submetido e aprovado pela Fapeam, no âmbito do Programa Estratégico de Desenvolvimento do Setor Primário Amazonense (Prospam), Edital Nº. 008/2021.

Para essa segunda rodada de capacitações, além dos recursos da Fapeam, o Inpa conta ainda com a parceria do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), que fornecerá o apoio logístico para a realização das oficinas nos diferentes municípios do Estado. A autarquia também ficará responsável pela impressão das quatro cartilhas técnicas que fazem parte do material didático do curso.

PUBLICADO POR:    INPA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: