FAB ultrapassa 1000 horas de voo em missões de apoio à região Norte

Aeronaves como KC-390 Millennium, C-130 Hércules, C-105 Amazonas, C-99 e outras estão envolvidas no transporte de insumos, equipamentos e pacientes

A Força Aérea Brasileira (FAB), que atua desde o dia 8 de janeiro no transporte de pacientes, bem como de tanques de oxigênio líquido, cilindros de oxigênio e equipamentos para o combate ao novo Coronavírus na região Norte, somou, nesta segunda-feira (01), 1067 horas voadas em proveito da Operação COVID-19, atendendo às demandas do Norte do País. O emprego das aeronaves tem a missão de salvar vidas por meio, dentre outras ações, da distribuição de insumos para o sistema de saúde, reduzindo, assim, os impactos da pandemia.

Diversas aeronaves da FAB são empregadas nas missões, como o KC-390 Millennium, C-130 Hércules, C-105 Amazonas, C-99 e outras. Nesta segunda-feira (01), um KC-390 decolou da Ala 9, em Belém (PA), às 16h15 (horário de Brasília), para a Ala 8, em Manaus (AM), transportando um isocontainer, contendo 6.047m³ de oxigênio líquido, pesando aproximadamente 17 toneladas. No domingo (31), um C-130 decolou da Ala 1, em Brasília (DF), com nove tanques de oxigênio líquido para Manaus (AM). No sábado (30), um C-99 decolou às 21h21 da Ala 8, em Manaus (AM), transportando 11 pacientes com destino à Base Aérea de Florianópolis (BAFL), onde pousou às 2h41 deste domingo (31). Outra missão, foi de um KC-390 Millennium, que carregou em Brasília oito tanques de oxigênio, pesando 12.785 quilos de carga, com destino à Manaus.

Para o Comandante do 1º Grupo de Transporte de Tropa (1º GTT) – Esquadrão Zeus, Tenente-Coronel Aviador Luiz Fernando Rezende Ferraz, atuar na Operação COVID-19, que ultrapassa a marca de 1000 horas de voo somente prestando apoio para a região Norte do Brasil, nesse mês de janeiro, torna-se motivo de satisfação pela oportunidade de ajudar a população brasileira. “Sabemos que nosso trabalho tem sido de vital importância para a sociedade. Cada pouso e decolagem tem sido motivo de orgulho, pois estamos cumprindo uma missão real. Poder ajudar ao próximo é sempre uma tarefa muito gratificante”, destaca.

No período em que os esforços da Força Aérea concentram-se para auxiliar a região Norte, foram realizados mais de 100 voos e, ainda, transportadas cerca de 1100 toneladas de carga. Essa ação já removeu, do Amazonas (AM), de Rondônia (RO) e de Roraima (RR), 457 pacientes para as cidades de Teresina (PI), São Luís (MA), João Pessoa (PB), Natal (RN), Goiânia (GO), Brasília (DF), Belém (PA), Vitória (ES), Maceió (AL), Recife (PE), Uberaba (MG), Porto Alegre (RS), Curitiba (PR), São Paulo (SP), Palmas (TO) e Florianópolis (SC).

Operação COVID-19

Por meio do Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), a FAB cumpre as missões que têm como objetivo minimizar os impactos do novo Coronavírus no sistema de saúde de alguns estados do Norte do País. O Transporte Aéreo Logístico da FAB integra as ações da Operação COVID-19, acionada pelo Ministério da Defesa, em uma cooperação com o Ministério da Saúde.

O Comando da Aeronáutica está dedicando permanentemente o esforço do seu efetivo e de suas aeronaves, 24 horas por dia e sete dias por semana, em atendimento às necessidades da sociedade brasileira no enfrentamento à pandemia da COVID-19.

Acompanhe a página especial sobre a atuação da FAB na Operação COVID-19.

Confira mais fotos da Operação COVID-19 no Flickr oficial da FAB.

Fotos: Elos do Sistema de Comunicação Social da Aeronáutica (SISCOMSAE)

Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Letícia Faria

Edição: Agência Força Aérea, por Aspirante Wanessa Liz – Revisão: Tenente-Coronel Santana

VER REPERTÓRIO FOTOGRÁFICO

PUBLICADO EM:  FORÇA AÉREA BRASILEIRA – FAB    

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.