Operação “Ágata Norte”: Forças Armadas intensificam ações de combate a crimes transfronteiriços e ambientais no Pará e no Amapá

As Forças Armadas, em conjunto com órgãos estaduais e federais e agências de segurança pública e ambientais, realizam, no mês de outubro e novembro, ações preventivas e repressivas contra delitos transfronteiriços e ambientais, de descontaminação (Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica) e de assistência hospitalar nos estados do Pará e Amapá como parte da Operação “Ágata Norte 2020”.

Militares da Marinha e do Exército embarcam em aeronave da Força Aérea – Marinha do Brasil

Em proveito das atividades, militares conscientizarão a sociedade sobre as medidas de combate à Covid-19 e complementarão as ações realizadas no contexto da Operação “Verde Brasil II”.

As operações interagências são necessárias para aumentar a presença do Estado na região da fronteira, que apresenta baixa densidade populacional e a infraestrutura insipiente. De forma a contribuir com o cumprimento da missão, estão sendo empregados meios do Comando do 4º Distrito Naval, do Comando Militar do Norte e da Ala 9, que vão atuar com as unidades operativas do Comando de Operações Aeroespacial, do Comando em Chefe da Esquadra, da Força de Fuzileiros da Esquadra, da 22º Brigada de Infantaria de Selva e dos Comandos dos 3º e 9º Distritos Navais.

A Operação “Ágata Norte 2020” conta com a participação de 3.605 militares das Forças Armadas, bem como de mais de 70 meios navais, cem meios terrestres e oito aéreos. Eles desenvolvem ações em uma área compreendida entre os Estados do Pará e Amapá, equivalente à 16,3% do território nacional, à 14,2% marítima do total, 1.160 quilômetros de litoral (15,7% do total) e 1.323 km de fronteira terrestre (8,4% do total).

Além das Forças Armadas, participarão da “Ágata Norte 2020” os seguintes órgãos: Polícia Federal, Departamento da Polícia Federal, Departamento da Polícia Rodoviária Federal, Receita Federal, Agência Nacional de Mineração, Agência Brasileira de Inteligência, Polícia Civil do Amapá, Polícia Militar do Pará, Empresa Brasileira de Estrutura Aeroportuária, Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade e Ministério Público do Trabalho de Santarém.

As atividades de Assistência Hospitalar ocorrem até amanhã (30), em Breves (PA) e em Vila de Taparabu (AP). São realizados atendimentos médicos e odontológicos, procedimentos de enfermagem, exames laboratoriais e distribuição de medicamentos para a população.

PUBLICADO EM:      MARINHA DO BRASIL   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.