Ibama aplicou mais de R$ 45 milhões em multa por exploração florestal e transporte de madeira ilegal no Mato Grosso

As ações realizadas entre os meses de maio e julho de 2020 tinham como objetivo atacar e neutralizar as frentes de exploração de madeira, desmatamento, grilagem e lavras minerais em terras da União e assentamentos.

Crédito: Arquivo Ascom

As ações ocorreram nas Terras Indígenas de Aripuanã, Kayabi, Roosevelt, Kawahiva do Rio Prado, Parque Nacional Juruena, Parque do Aripuanã, Reserva Extrativista Guariba-Roosevelt, Novo Mundo, Alta Floresta, Cocalinho, Araguaiana e Nova Nazaré.

Nos últimos três meses, além dos 94 Autos de Infrações aplicados, também foram embargadas 48 áreas por estarem sofrendo desmatamento ilegal nesse período.

Foram apreendidos 66 motores estacionários, 29 acampamentos, 18 motos, 10 escavadeiras elétricas, 10 tratores, 9 caminhões, 9 motoserras, 9 construções de madeira, 3 caminhonetes, 2 armas de fogo, 1 balsa garimpeira, 1 pá carregadeira, 3kg de mercúrio e 1.250m³ de madeira. Além de neutralizar 38 frentes de desmatamento e lavra mineral, 3 frentes de exploração ilegal de madeira e 8 frentes de desmatamento, grilagem e invasão.

Ascom MMA 

(61) 2028-1227

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.