AM – Rio Negro chega a 29,96m e está a 17cm da cota máxima de emergência

O nível do Rio Negro está em 29,96m nesta segunda-feira (28). A informação é da Superintendência de Navegação, Portos e Hidrovias do Amazonas (SNPH-AM). Faltam 17cm para o nível do rio atingir a cota máxima de emergência prevista pelo Serviço Geológico do Brasil (CPRM). Por causa da cheia, 6 mil famílias estão vivendo em situação de risco, em 18 bairros de Manaus, segundo dados da Prefeitura.

Apesar do alerta, o engenheiro Valderino Pereira, que realiza o trabalho de medição do nível, informou que o Rio Negro subiu 3cm entre sexta-feira (25) e domingo (27), ou seja, apenas 1cm por dia. “O ritmo de cheia está ficando cada vez mais lento”, analisou.

Em comparação com 2009, quando houve a segunda cheia histórica, no dia 28 de maio, o Rio Negro foi cotado em 29,11m e este nível se manteve paralisado por vários dias. No dia 30, o rio voltou a subir e só parou de encher no dia 1º de julho de 2009. “Os números apurados nos anos anteriores mostram que o Rio Negro tem comportamento instável. Mesmo com ritmo lento de cheia, não há como saber quando a vazante vai iniciar”, explicou Valderino.

Ainda em maio de 2009, durante o terceiro alerta de cheia, o CPRM anunciou que a cota máxima do Rio Negro chegaria a 29,69m. No entanto, chegou a 29,77m, superando as expectativas do órgão de hidrologia.

O chefe de hidrologia do CPRM, Daniel Oliveira, explicou que o represamento das águas do Rio Solimões não é mais a principal justificativa para a cheia do Rio Negro deste ano, pois já foi registrada início de vazante do Rio Solimões em Tabatinga (a 1.105 Km de Manaus). No entanto, o rio continua subindo por causa do volume de chuvas na cabeceira dos rios que compõem a calha do Rio Negro. “As chuvas são fortes em São Gabriel da Cachoeira, sobretudo na região da ‘Cabeça do Cachorro’. Isso vai manter a cheia do Rio Negro”, disse.

O próximo alerta de cheia do CPRM vai ser divulgado nesta quinta-feira (31).
 

FONTE : G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.