Museu Goeldi de Portas Abertas com programação especial

Atividades que proporcionam ao público o contato direto com o trabalho de pesquisa da instituição acontecem em novembro nas bases físicas do Goeldi em Belém – nos dias 3 e 4 no Parque Zoobotânico e 22 e 23 no Campus de Pesquisa.

Postada em: Museu Goeldi

Agência Museu Goeldi – O Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG) abre suas portas em novembro e convida especialmente a comunidade escolar para conhecer as pesquisas das áreas de Botânica, Ciências da Terra, Ciências Humanas e Zoologia, além de projetos de divulgação científica desenvolvidos pelo setor de educação da instituição.

O projeto Museu de Portas Abertas retorna às atividades presenciais proporcionando uma nova oportunidade para conhecer de perto as pesquisas e os trabalhos da instituição, que comemorou em outubro 156 anos de atividades. A primeira parte da programação das Portas Abertas do Museu Goeldi acontece nos dias 3 e 4 de novembro, no Parque Zoobotânico, e se complementará com as atividades nos dias 22 e 23 de novembro no Campus de Pesquisa.

Sob a coordenação do Serviço de Educação do MPEG, o evento busca aproximar a ciência do público, procurando despertar de forma lúdica o interesse e curiosidade sobre as diferentes áreas do conhecimento com as quais o Museu Goeldi trabalha.

Este ano, por exemplo, os participantes terão oportunidade de visualizar um circuito extenso de conhecimento na área botânica e entender a importância da conservação da flora amazônica. Pesquisadores e bolsistas irão demonstrar diferentes métodos de investigar as plantas, apresentando pesquisas desenvolvidas nos laboratórios de Propágulos e Mudas, Anatomia Vegetal, Etnobotânica, Ecologia, Briologia, Micologia e Óleos Essenciais. O circuito na Botânica termina com pinturas, jogos, brindes e exposição de fotos. As atividades educativas provocam com títulos curiosos, como: “O universo paralelo dentro das plantas”, “Plantas: as seguranças do solo”, “O multiverso das plantas”, “O que os frutos escondem?”, “O voo das sementes”, “Olhando as plantas pelo avesso”, De onde vem a madeira?”, “Plantas que curam”, etc.

Por sua vez, os pesquisadores das Ciências da Terra farão visitas guiadas no módulo Origens da exposição Diversidades Amazônicas, em exibição no Parque Zoobotânico, explicando o que são fósseis, a sua importância, o que já foi encontrado na Amazônia e como esse conhecimento é aplicado em diferentes áreas. Já no Campus de Pesquisa, a equipe das Ciências da Terra oferece a Oficina “Moldando o passado da Terra: uma experiência na construção de réplicas de fósseis”.

A Coordenação de Ciências Humanas terá atividades com foco na diversidade de cultura material encontrada pelos estudos arqueológicos e também na riqueza de línguas indígenas faladas na Amazônia.

A Coordenação de Zoologia fará demonstrações de diversos métodos de coletar os insetos, que é o grupo de animais com maior número de espécies existentes. Mas se o seu interesse é focado nos Vertebrados, vem que tem, também. Terás oportunidade de conhecer diferentes grupos de vertebrados.

A chefe do serviço de educação do Museu Goeldi, Ana Cláudia Silva, explica que o Museu de Portas Abertas – MPA é uma “ação de educação museal, que foi proposta e coordenada pela educadora Helena Quadros (falecida na pandemia), para envolver profissionais da educação, pesquisa científica e representantes de comunidades paraenses que atuam em parceria com o Museu Goeldi”.

Ana Cláudia enfatiza também que o evento “aumenta as possibilidades de diálogo com a população, especialmente a escolar, e também estimula o encontro de gerações de pesquisadores, educadores e estudantes abrangidas nas atividades”.

Espera-se como resultado do Museu de Portas Abertas a ampliação da percepção da importância e impacto da pesquisa na vida das pessoas e também o papel de instituições como o MPEG no estudo e na elaboração de políticas públicas para a conservação da Amazônia. “Queremos mostrar os resultados dos 156 anos de pesquisa na Amazônia e as atividades desenvolvidas com e para a população da Amazônia”, completa Ana Cláudia.

No Campus de Pesquisa ainda serão apresentados acervos do centenário Arquivo Guilherme de La Penha, onde está localizado a incrível Coleção Fotográfica da instituição, o que permite aos participantes um mergulho nas histórias da pesquisa da Amazônia. E esse mergulhar se completa no trajeto da Biblioteca Ferreira Penna, onde haverá Exposição de Obras Raras e do Mapa Etno-Histórico do Brasil e Regiões Adjacentes, produzido pelo etnólogo Curt Nimuendajú, obra tombada pela UNESCO como memória do mundo.

Museu de Portas Abertas – A programação do Museu de Portas Abertas faz parte da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que neste ano tem como tema “Bicentenário da Independência: 200 anos de Ciência, Tecnologia e Inovação”. Com o intuito de incentivar o aprendizado e divulgar a pesquisa científica na Amazônia.

VER PROGRAMAÇÃO: Museu Goeldi de Portas Abertas com programação especial — Português (Brasil) (www.gov.br)

PUBLICADO POR: MUSEU GOELDI 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: