Empréstimos auxiliam iniciativas de proteção da Floresta Amazônica

Ouça a entrevista com Maria Laura Florido, coordenadora de Investimento de Impacto da SITAWI, sobre a modalidade de apoio

Foto postada em: EBC Rádios

A iniciativa de empréstimo coletivo quer ajudar pessoas com ideias boas e interesse em manter a floresta em pé, pode participar qualquer organização de impacto socioambiental que atue na Amazônia brasileira em qualquer formato jurídico que tenha CNPJ, pode ser desde cooperativa até organização sem fins lucrativos. O Nacional Jovem conversou com Maria Laura Florido, coordenadora de Investimento de Impacto da Sitawi – Finanças do Bem, responsável por administrar essa modalidade de crédito.

“A gente tem muitas organizações no nosso portifólio”, conta. “Recentemente eu fui para o Pará porque a gente estava contribuindo com uma cooperativa de açaí que estava no meio da ilha do Marajó.”

Para que um empréstimo seja aprovado as atividades da organização são acompanhadas por algum tempo, conforme explica Maria Laura. “A gente vai olhar o fluxo de caixa e o planejamento dessa organização”, relata.

Após o empréstimo ser aprovado, explica, além do apoio financeiro aquela organização recebe também um acompanhamento técnico na tomada de decisões. “A gente vai pensar juntos em formas de melhorar algum processo, conectar com nossa rede”, esclarece.

Interessados podem se inscrever até o dia 22 de julho de 2022 no site  www.emprestimocoletivo.com.br e achar o botão “cadastre seu negócio” .

Ouça a entrevista completa no player acima.

Nacional Jovem vai ao ar de segunda a sexta no horário de 13h30 às 15h pela Rádio Nacional da Amazônia. – EBC RÁDIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: