Embrapa e Fundo Amazônia promovem evento sobre serviços ecossistêmicos e ambientais

Quer conhecer  experiências exitosas em serviços ecossistêmicos e ambientais na Amazônia? Entender a relação entre uso da terra, mudanças climáticas e como isso afeta nosso dia-a-dia? Essas e outras questões serão debatidas no webnário “Serviços Ecossistêmicos e Ambientais na Amazônia”, entre os dias 23 e 24 de novembro.

O evento é on-line, com transmissão pelo canal da Embrapa no Youtube e as inscrições podem ser realizadas no site: embrapa.br/evento/servicos-ambientais.

O seminário virtual reunirá representantes do poder público, da sociedade civil organizada, além de especialistas na área para discutir experiências, políticas públicas, pagamentos por serviços ambientais, entre outros assuntos ligados à temática. Também, será uma oportunidade para apresentação de alguns dos resultados alcançados no âmbito do projeto. Dentre eles, estão as capacitações para produtores rurais e extensionistas rurais e trabalhos relacionados aos serviços ecossistêmicos de água, carbono e solos com enfoque em territórios amazônicos.

“A ideia é termos um espaço de diálogo e intercâmbio para enxergamos que é possível aliar tecnologia, agropecuária e proteção dos ecossistemas. Precisamos investir cada vez mais em ações e conhecimentos em práticas verdes para garantir uma vida melhor no planeta”, explica Bruno Pena Carvalho, chefe-geral da Embrapa Acre.

A ação faz parte do projeto Aseam: “Construção do conhecimento e sistematização de experiências sobre valoração e pagamento por serviços ecossistêmicos e ambientais no contexto da agricultura familiar amazônica”. O estudo compõe o Projeto Integrado da Amazônia (PIAmz), um conjunto de pesquisas da Embrapa para a região, com o aporte financeiro do Fundo Amazônia. Os recursos são operacionalizados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), em cooperação com o Ministério do Meio Ambiente.

Uso da terra e Clima

Um dos principais objetivos do projeto Aseam e do evento é promover o intercâmbio de conhecimentos e valoração econômica de serviços ecossistêmicos e ambientais com diferentes públicos.

Para isso, foram convidadas personalidades de renome nacional e internacional para debater a gestão da terra e mudanças climáticas, como a docente da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), Aliny Pires, e a especialista em políticas na área ambiental e climática, Flávia Frangetto.

A programação também conta com painéis que buscam apresentar experiências em serviços ambientais de organizações públicas e privadas no Bioma Amazônia. Como convidados confirmados estão representantes do Projeto Reca, de Rondônia, da Cooperativa Agrícola Mista de Tomé-Açu (Camta), do Pará, da Secretaria de Meio Ambiente do Amazonas e do Instituto de Mudanças Climáticas e Regulação de Serviços Ambientais do Acre (IMC).

Em março, o projeto promoveu um primeiro seminário virtual sobre o tema. “Foram discussões bastante ricas sobre a valoração ambiental”, lembra o pesquisador da Embrapa Territorial (Campinas/SP) e líder do estudo, Sérgio Tôsto. Os painéis e as mesas-redondas subsidiaram um livro digital e uma publicação técnica da Embrapa, que serão publicados no portal da empresa futuramente. A equipe do projeto também atua na elaboração de um livro sobre serviços ecossistêmicos e ambientais na Amazônia.

Serviço
Webnário “Serviços Ecossistêmicos e Ambientais na Amazônia”
Data: 23 e 24 de novembro de 2021
Horário: 9h30 às 17h (horário de Brasília)
Quanto: Gratuito com certificado de participação
Onde: Canal da Embrapa no Youtube – youtube.com/embrapa
Inscrições e Informações: http://www.embrapa.br/evento/servicos-ambientais

Fabiano Estanislau (Mtb 453/AC)

Embrapa Acre

Contatos para a imprensa

Telefone: 68 – 3212-3262

Alan Rodrigues (MTB JP/CE 2625)
Embrapa Territorial

Contatos para a imprensa

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

PUBLICADO POR:     EMBRAPA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*