Marinha apreende embarcação com cerca de 900 m³ de madeira sem documentação

A Marinha do Brasil realizou, no dia 04 de setembro, duas apreensões de mais de 1.100 metros cúbicos de madeira extraída ilegalmente no interior do Pará, durante atividades de Patrulha e de Inspeção Naval.

As apreensões foram realizadas nas cidades de Moju e Curralinho, no Pará
A ação interagências fez parte da Operação “Verde Brasil” e contou com a presença de membros do Exército Brasileiro, da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMAS) e do Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (IdFlorBio).
Na cidade de Curralinho, o Navio Patrulha “Bocaina” apreendeu 900 metros cúbicos de toras de madeira. No município de Moju, no Rio de mesmo nome, foram apreendidos 296 metros cúbicos de madeira ilegal pelo Aviso de Patrulha “Tucunaré”. A carga apreendida foi transportada para a serraria Padroeira, local onde são concentradas as madeiras ilegais apreendidas pelos agentes.
Além das embarcações da Marinha, participaram da ação uma embarcação Guardian, do Exército Brasileiro, e uma Lancha da Polícia Militar do Estado do Pará. Ao todo, 26 militares realizaram a prevenção e a repressão ao transporte ilegal de madeiras e serrarias clandestinas nas margens do rio Moju.

Militares da Marinha fazem parte das patrulhas e inspeções da Operação “Verde Brasil”

FONTE: MARINHA DO BRASIL

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.