Covid-19: Dois aviões da FAB chegam a Manaus com materiais de saúde

A informação foi divulgada pelo Ministério da Defesa.

Divulgação/Força Aérea Brasileira (FAB)

Dois aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) chegam hoje (2) à tarde a Manaus com grande quantidade de equipamentos de proteção individual e outros materiais de saúde para serem distribuídos para a rede hospitalar do estado. A informação foi divulgada pelo Ministério da Defesa. O pouso das aeronaves está previsto para as 14h40 e 15h10, respectivamente. A capital amazonense é uma das cidades brasileiras mais castigadas pela pandemia de coronavírus.

As aeronaves – modelo Embraer KC-390 Millennium – transportam cerca de 452 mil equipamentos de proteção individual (EPI’s), sendo 300 mil unidades de máscaras cirúrgicas, 17 mil unidades de máscaras N95, 130 mil unidades de luvas, 4.080 óculos e 1.300 aventais; além de 1.080 litros de álcool em gel doados pela Fundação Itaú para Educação e Cultura.

A ação é coordenada pelo Centro de Coordenação de Logística e Mobilização (CCLM), do Ministério da Defesa, em parceria com o Ministério Saúde, sendo executada pelo Comando Aeroespacial (COMAE), da Força Aérea Brasileira.

Publicado em 02/05/2020 – 14:13 Por Agência Brasil* – Brasília

* Com informações do Ministério da Defesa

Edição: Nélio de Andrade

FONTE: EBC

Amazonas recebe 452 mil equipamentos de proteção individual para profissionais de saúde

Com taxa de mortalidade superior a 8% dos casos confirmados de Covid-19, e acima da média do Brasil, o estado do Amazonas recebeu, neste sábado, 452 mil equipamentos de proteção individual, para a área da saúde.

Dois voos das Força Aérea brasileira pousaram na base aérea de Manaus, capital do Amazonas, com os EPIs: a maior parte, de máscaras cirúrgicas – são 300 mil. Também 17 mil máscaras profissionais do tipo N95, 130 mil luvas, mais de 4 mil óculos hospitalares, além de aventais e mais de mil litros de álcool em gel.

A ação foi coordenada pela FAB, junto com o Ministério da Saúde, que aponta mais de 5 mil casos confirmados de Covid-19 no Amazonas. Mais de 470 pessoas já morreram no estado por complicações da doença. Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, a maior necessidade do Amazonas é de médicos e, por isso, convida profissionais de saúde de todo o país, para atuarem no estado da região Norte, no combate à Covid-19.

A ideia é que esses profissionais – inscritos por meio do programa O Brasil Conta Comigo – atuem nas cidades de Tabatinga, Itacoatiara e Manacaparu. Esta última tem o maior índice de mortes por covid-19 a cada cem mil habitantes: com 29 óbitos, a taxa é de quase trinta a cada cem mil. Também são solicitados 581 profissionais da saúde na capital, Manaus, onde estão mais de 60% dos casos confirmados em todo o estado.

Está no Amazonas, também, a cidade com a maior incidência do novo coronavírus em todo o Brasil. É o município de Santo Antônio do Içá, onde a cada cem mil moradores, 546 estão infectados. O estado do Amazonas já está com mais de 90% dos leitos de UTI ocupados.

Sayonara Moreno – EBC/RADIOAGÊNCIA NACIONAL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: