AM: Empresa responsável por vazamento é multada pelo Ipaam

O vazamento da emulsão asfáltica ocorreu, no último domingo, nas proximidades do Porto do São Raimundo, em Manaus (AM).

Manaus, AM, Brasil: Encontro das águas dos rios Negro e Solimões, em Manaus. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) multou em R$ 600 mil a empresa responsável pelo vazamento de emulsão asfáltica no rio Negro.

A Transbetume Comércio e Transporte de Betumes Limitada terá que pagar por provocar poluição e degradação ambiental a partir de transbordamento e vazamento de produtos derivados de petróleo em um curso hídrico.

A empresa estava com a Licença de Operação vencida desde 2015, que fez com que o Ipaam também determinasse a paralisação das atividades da Transbetume até a regularização da licença.

O vazamento ocorreu, no último domingo, nas proximidades do Porto do São Raimundo, em Manaus, antes do embarque de um caminhão da Transbetume que transportava o produto. A emulsão asfáltica acabou escorrendo para a tubulação de água e foi levada para dentro do rio.

O Governo do Amazonas afirma que a empresa contratada pela Transbetume trabalha desde o dia do vazamento em procedimentos de remoção, limpeza e destinação do material contaminado. A previsão é que esse trabalho encerre em até 72 horas. No total, a área atingida pela emulsão asfáltica foi de 1.500 metros quadrados.

FONTE: EBC / Rádio Nacional da Amazônia

Repórter Nacional – Amazônia

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.