Comunidades ribeirinhas de Rondônia terão acesso a barco hospital a partir de abril

A Unidade de Saúde Social Fluvial Walter Bartolo, o chamado Barco Hospital, que atende comunidades ribeirinhas, indígenas e quilombolas do Vale do Guaporé, em Rondônia, deve retomar suas atividades a partir do dia 29 de abril deste ano.

De acordo com a Gerência de Programas Estratégicos em Saúde, da Secretaria Estadual de Saúde, o objetivo do barco é expandir os serviços de saúde e de cidadania às populações ribeirinhas, quilombolas e indígenas que vivem na região do Vale do Guaporé e Mamoré; na abrangência dos municípios de Alta Floresta do Oeste, Alto Alegre dos Parecis, Costa Marques, Guajará-Mirim, Pimenteiras do Oeste e São Francisco do Guaporé.

Nas dez viagens realizadas pelo Barco Hospital, foram atendidas mais de 14 mil pessoas. O número de procedimentos realizados ultrapassa 88 mil.

De acordo com a Secretaria de Saúde, o planejamento estratégico engloba ações nas áreas: Saúde da Mulher; Saúde do Homem; Saúde da Criança e Saúde do Idoso.

Além de atendimentos médico e odontológico; consultas especializadas; serviços de apoio diagnóstico terapêutico; pequenos procedimentos; atendimentos de urgência e emergência e vacinação.

FONTE: EBC – RADIOAGÊNCIA NACIONAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.