I Workshop BioTec-Amazônia na Região do Tapajós debate criação de um HUB de inovação tecnológica em Santarém

O evento é voltado para pesquisadores-coordenadores de laboratórios da instituição interessados em entender o conceito de Hub de Inovação Tecnológica (HIT) à Bioeconomia.

Acontece em Santarém, na Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA), o I Workshop da BioTec-Amazônia na Região do Tapajós, no próximo dia 4 de abril de 2019. O evento, promovido e apoiado pela UFOPA, neste primeiro momento, é voltado para pesquisadores-coordenadores de laboratórios da instituição interessados em discutir a criação de um Hub de Inovação Tecnológica (HIT) à Bioeconomia.

O evento de abertura vai apresentar a Organização Social BioTec-Amazônia e sua contribuição ao conceito de Hub de Inovação Tecnológica (HIT) no Tapajós voltado à Bioeconomia. Depois acontece uma discussão e ajustes ao Hub além de alinhamentos de trabalho com os pesquisadores-coordenadores presentes. O evento conta com a participação do Professor Domingos Luiz Wanderley Picanço Diniz, Pró-Reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação Tecnológica (Proppit) da Ufopa; Professor José Roberto Branco Filho, docente da Ufopa e atual diretor da Agência de Inovação Tecnológica (AIT) e o Professor Rodrigo da Silva, da Assessoria de Relações Nacionais e Internacionais (Arni).

A assessora técnica da BioTec-Amazônia, Professora Patrícia Chaves Oliveira, que participa representando a OS, explica a importância de um hub para as startups, empresas, investidores e comunidades agroextrativistas locais. “A UFOPA, por meio de seu corpo de pesquisadores e laboratórios, juntamente com comunidades tradicionais e sociedade urbana, têm muito em breve a possibilidade de disponibilizar produtos, processos e serviços de inovação tecnológica para a região do Tapajós. Contudo, ainda falta um arranjo específico do conjunto destes laboratórios e uma interação mais efetiva com empresas, startups e comunidades tradicionais em uma configuração mais sistêmica, que é o próprio Hub de Inovação Tecnológica voltado à Bioeconomia”, explica.

Os hubs podem ser considerados espaços físicos propícios ao encontro e interação de pessoas de diferentes setores, que queiram trabalhar, empreender e inovar em rede em um dado tema de interesse, no caso específico, a Bioeconomia no Tapajós. A palavra hub na linguagem tecnológica, refere se a uma peça central, que recebe os sinais transmitidos pelas estações e retransmite os para todos.

Serviço

O I Workshop da Organização Social BioTec-Amazônia acontece no dia 4 de abril de 2019, às 9h30, no Auditório do Núcleo Tecnológico em Bioativos (NTB) da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA).

Acesse a notícia através do nosso site: http://biotecamazonia.com.br/i-workshop-biotec-amazonia-na-regiao-do-tapajos-debate-a-criacao-de-um-hub-de-inovacao-tecnologica-em-santarem/

Cordialmente

Silvia de Souza Leão
Assessora de Comunicação BioTec-Amazônia

(91) 99271-5573 (WhatsApp)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.