Sínodo Pan-Amazónico

Um dos acontecimentos mais aguardados em 2019 será o Sínodo Pan-Amazónico que decorrerá no Vaticano durante o mês de outubro. Recentemente, o cardeal brasileiro Claudio Hummes enviou uma mensagem de encorajamento a todos os que estão envolvidos na preparação deste Sínodo, como noticiou o Vatican News.

Papa Francisco durante a Bênção Urbi et Orbi (Vatican Media)

O purpurado que é presidente da REPAM, a Rede Eclesial Pan-Amazónica, agradece a dedicação de todos os que estão a preparar este Sínodo e realça a importância de escutar o povo, os seus sofrimentos e reivindicações, procurando novos caminhos para o futuro.

“Vocês que estão ali, no dia-a-dia, no trabalho, e tendo a alegria de se encontrar com o povo, com os indígenas, com o povo ribeirinho, esse povo muitas vezes esquecido, sofrido, abandonado, injustiçado, explorado. Vocês estão tendo essa grande oportunidade de estar aí, juntos, e este povo está podendo sentir que, através de vocês, a Igreja está querendo escutá-los, seus sonhos, sofrimentos, reivindicações” – diz o Cardeal Hummes na sua mensagem.

Até ao mês de dezembro de 2018, já foram realizadas, no Brasil, 19 assembleias territoriais, que são os encontros de escuta promovidos pela REPAM-Brasil, em parceria com a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e ainda as dioceses e outros organismos da Igreja.

Outras atividades que fizeram parte deste processo foram as Rodas de Conversa. Estes encontros menores envolveram 57 grupos em toda a Amazónia brasileira. Foram escutadas as comunidades indígenas, agentes de pastoral, conselhos, congregações religiosas e outros grupos.

Considerando toda a região Pan Amazónica foram cerca de 120 eventos de preparação do Sínodo, entre assembleias e rodas de conversa realizadas em países como a Bolívia, o Brasil, a Colômbia, o Equador, o Peru e a Venezuela.

Todos os contributos serão organizados até ao mês de fevereiro e enviados para o Vaticano para ser redigido o Instrumentum Laboris para a Assembleia Sinodal. O Sínodo Pan-Amazónico está a ser aguardado com grande expectativa e poderá vir a formular importantes novidades pastorais.

Em 2019, o Papa Francisco terá uma agenda bem repleta de atividades e alguns desafios para enfrentar em etapas bem intensas e repletas de encontros. E começa já em janeiro com a Viagem ao Panamá para as Jornadas Mundiais da Juventude.

Rui Saraiva – Porto

FONTE: VATICAN NEWS

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.