Mangabeira Unger e autoridades discutem plano sustentável para Rondônia

O governador Confúcio Moura esteve em Vilhena na quarta-feira (03) acompanhado do professor e ex-ministro de Assuntos Estratégicos do governo Lula, Mangabeira Unger, do deputado Luizinho Goebel e do Secretário de Desenvolvimento (SEDES) Edson Vicente. O principal compromisso da comitiva foi uma reunião à tarde com empresários e setores produtivos de Vilhena no auditório da Associação Comercial e Industrial de Vilhena (ACIV).

 Um dos motivos do encontro foi promover discussões acerca de um plano de desenvolvimento sustentável para Rondônia, detectando as potencialidades e necessidades de cada região do Estado, devidamente esclarecidos na palestra do professor Mangabeira. Dentre as concepções de desenvolvimento sustentável destacado por Unger está a recuperação de áreas degradadas através da utilização de calcário para o incremento da produção. Antes de chegar em Vilhena a comitiva do governador esteve na usina de calcário de Espigão do Oeste conhecendo as necessidades de investimentos para que a mesma passe a operar de forma a atender os interesses do setor produtivo.

Calcário

O modelo defendido por Unger, voltado para a utilização de calcário para recuperar áreas degradadas e garantir o efetivo aumento da produção sem a necessidade de ampliar a área desmatada é o mesmo que o deputado Luizinho Goebel (PV) já vem defendendo em prol da economia agropecuária de Rondônia. O deputado tem o programa como meta de seu mandato e já discutiu com o governo uma reformulação completa da usina de Espigão do Oeste, com equipamentos modernos para garantir maior extração e melhor qualidade do produto. Uma propostas de financiamento do governo junto ao BNDES cujo pacote é de R$ 500 milhões deverá reservar cerca de R$ 10.8 milhões para investir na usina de calcário de Espigão. “Tenho defendido que a grande indústrias geradora de riquezas e empregos para Rondônia é a agropecuária, para isso precisamos produzir calcário para recuperar áreas degradadas, aumentar a produção, fixar o trabalhador no campo onde ele vai gerar renda e empregos na área rural com reflexos positivos na cidade”, disse o deputado.

Compromisso

Uma prova de que o compromisso do deputado com o setor vai além do discurso foi uma emenda individual de sua autoria que já garantiu ao setor rural duas mil toneladas de calcário para as associações de pequenos produtores, que começou a ser distribuído aos produtores em meados de maio. “Fala-se muito em trazer indústrias para gerar empregos e eu acho isso importante, mas o mais importante que é dar condições a maior indústria que temos que é a indústria da agricultura, com correção de solo, tecnologia e conhecimento repassado aos produtores”, destacou o deputado.

 

Fonte: Rondônia Dinâmica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*