Manaus inicia planejamento de prevenção a cheia de 2019

Entre as ações preventivas está a construção de pontes de madeira em áreas de possível alagação.

Uma reunião em Manaus, nesta semana, com a participação de representantes de diversas secretarias e órgãos municipais deu início à Operação Cheia 2019. De acordo com o secretário-executivo da Defesa Civil, Cláudio Belém, o trabalho começa com o monitoramento das áreas passíveis de alagação na capital amazonense.

Relatório da Defesa Civil mostra que 14 bairros de Manaus estão passíveis de alagação. São eles: Tarumã, Mauazinho, São Jorge, Educandos, Raiz, Betânia, Presidente Vargas, Colônia Antônio Aleixo, Aparecida, Centro, São Geraldo, Santo Antônio, Compensa e Puraquequara.

Entre as ações preventivas, está a construção de pontes de madeira nessas áreas.

O primeiro alerta de cheia, que traz um prognóstico de como será o fenômeno na cidade este ano, será divulgado no dia 31 de março pelo CPRM, o Serviço Geológico do Brasil.

Ouça o Repórter Nacional – Amazônia desta quinta-feira (24) 7h55:

FONTE: EBC – Repórter Nacional – Amazônia

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.