Operação Ágata reprime tráfico e contrabando na Amazônia

As Forças Armadas, em conjunto com órgãos federais, estão realizando desde o início deste mês a Operação Ágata, na fronteira do Brasil com a Colômbia. O “Fantástico” acompanhou por seis dias a operação, que com 3.500 homens, visa reforçar a vigilância na fronteira e coibir  o tráfico de drogas e armas, contrabando e crimes ambientais.

A Operação Ágata, resultado de um acordo entre Brasil e Colômbia, não tem prazo para terminar. Estão sendo utilizados na operação helicópteros de ataque, caças da Força Aérea Brasileira (FAB) e o veículo aéreo não tripulado (Vant), uma aeronave controlada à distância.

O Vant é de fabricação israelense e está sendo usado pela primeira vez no Brasil. O veículo tem seis metros de comprimento, é equipado com duas câmeras de alta definição e consegue voar até dezesseis horas seguidas a uma altitude de quatro mil metros com velocidade máxima de 110 quilômetros por hora.

Leia mais »