RR – Terra Indígena Raposa Serra do Sol

O Centro Regional Maturuca, por meio da Coordenação da Região das Serras – Terra Indígena Raposa Serra do Sol, elaborou o Projeto Emergencial intitulado “Maio de Luta e Luto: Justiça Já – Basta de Impunidade”. 

Leia mais »

Organizações solicitam investigação contra a Presidente da República por irregularidades na homologação de terras indígenas

O Conselho Indigenista Missionário (Cimi) e organizações indígenas solicitaram na tarde desta quinta-feira,10, a procuradora da República Deborah Duprat, da 6ª Câmara de Coordenação e Revisão, investigações contra medida adotada pela presidenta Dilma Rousseff em submeter ao Ministério de Minas e Energia a autorização para o Executivo homologar terras indígenas já demarcadas.   Leia mais »

Congresso Nacional pode aprovar mineração em terras indígenas

Até a primeira quinzena de julho pode ser aprovada na Câmara dos Deputados a exploração de minérios em terras indígenas. Pela proposta, as empresas que explorarem as áreas vão pagar royaltyde 2% a 3% da sua receita para os índios. Leia mais »

RR – FAB destrói pista clandestina na Região Amazônica

Depois de dois adiamentos causados pelas condições climáticas desfavoráveis, com chuva forte contínua e vento intenso, caças A-29 Super Tucano da Força Aérea destruiram neste sábado, 12, em Roraima, a 218 km da capital, Boa Vista, a principal pista clandestina das 10 mapeadas pela Aeronáutica há um mês. O ataque, empregando bombas de 230 quilos, foi completado ao meio-dia. O impacto das explosões abriu crateras de três metros de profundidade e dez metros de largura, inutilizando a faixa de terra de 580 metros de extensão e 15 metros de largura. Leia mais »

ONU – Povos indígenas denunciam doutrina de dominação

Líderes indígenas pedem urgência aos governos na Organização das Nações Unidas (ONU) para que substituam as leis nacionais que violam o direito das comunidades autóctones de proteger suas terras, seus recursos, sua cultura.

Na 11ª sessão do Fórum Permanente sobre Questões Indígenas, os representantes dos povos aborígines criticaram as potências por utilizarem leis, antigas mas ainda vigentes, para justificar a exploração e o abuso. Este encontro começou no dia 7 em Nova York e terminará no dia 18. Leia mais »

Índios Isolados – Un Tesoro Cultural único en el Planeta – Llegó la hora crucial de los pueblos no contactados

En Bolivia, numerosas especies animales en vías de extinción son mejor protegidas en comparación a los pueblos selváticos no contactados o en aislamiento voluntario que habitan dentro la Amazonia y el Gran Chaco.

Es poco conocido que en el país existen todavía pueblos indígenas en aislamiento voluntario con relación a otros pueblos y a la sociedad boliviana, y que son llamados también pueblos “no contactados” porque no mantienen contactos conocidos por lo menos en sus últimas generaciones, y porque no se sabe nada de ellos, fuera de las huellas que dejan. Leia mais »

AM – Conselho aprova regras ambientais para garimpos

Pela primeira vez, Estado tem aprovada uma resolução estabelecendo normas para a atividade de extração mineral.

 Com a exigência de Estudos de Impactos Ambientais (EIA) tanto para a área da atividade quanto no seu entorno, custeados pelo solicitante, além de exigências como o gerenciamento do uso de produtos como o mercúrio, o Conselho Estadual do Meio Ambiente do Amazonas (Cemam), aprovou nesta quarta-feira (9) uma resolução estabelecendo normas e procedimentos para o licenciamento ambiental da atividade de lavra garimpeira de ouro no Estado, atividade  exercida desde a década de 1950 do século passado. Leia mais »

AC – Funai diz que estudará reivindicações e denúncias de indígenas

Depois de se reunir com 40 representantes de povos indígenas do Acre, a presidenta da Fundação Nacional do Índio (Funai), Marta Azevedo, se comprometeu a examinar as questões apresentadas pelo grupo e a tomar providências em relação às reclamações. Leia mais »

O Ministério da Justiça dá resposta ‘insatisfatória’ sobre genocídio dos Awá-Guajá

Com mais de 10 mil mensagens enviadas ao ministro Cardozo, campanha da International Survival pede novas medidas de segurança para a área indígena no Maranhão. O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, ainda não informou novos planos de segurança para a área indígena dos Awá-Guajá. Há duas semanas, a organização internacional Survival International, que defende os direitos de povos indígenas, divulgou uma campanha, com a participação do ator inglês Colin Firth, pedindo que a questão dos awá se tornasse prioridade para o ministro. A Survival afirma que os Awá, cuja terra é constantemente invadida por madereiros, são o povo mais ameaçado do mundo. 31% de sua terra já foi desmatada, e sua situação foi classificada em 2009 pelo juiz federal José Carlos do Vale Madeira como genocídio. Leia mais »

RR – Desintrusados ainda cobram assentamento e indenizações

Ontem, desintrusados das reservas Raposa Serra do Sol e Anaro estiveram reunidos com parlamentares para pedir o mínimo de infraestrutura nos reassentamentos e pagamento das indenizações pelas benfeitorias de boa-fé. Ao que tudo indica, o imbróglio que envolve o processo demarcatório dos territórios indígenas em Roraima está longe de acabar. Leia mais »

FAB localiza pistas clandestinas em terras indígenas

Pelo menos dez pistas clandestinas utilizadas para pousos e decolagens de aeronaves a serviço de garimpeiros foram identificadas pela inteligência da Força Aérea Brasileira (FAB). Duas delas devem ser destruídas no âmbito da Operação Ágata 4 – ação conjunta que envolve as Forças Armadas brasileiras e agentes de segurança pública na fronteira do Brasil com a Venezuela, Suriname, Guiana e Guiana Francesa, na região Norte do país. A FAB identificou as pistas em reservas indígenas no estado de Roraima. O comando da operação irá definir dentro dos próximos dias os locais que serão destruídos. Leia mais »

DF – Grupo de lideranças indígenas acampa na sede da Funai, em Brasília

Cerca de 40 pessoas ocupam prédio desde a tarde desta segunda (7). Eles pedem melhores condições de saúde e educação para aldeias.

(Foto: Valter Campanato/ABr)

Um grupo com cerca de 40 lideranças indígenas do Acre está instalado desde a tarde desta segunda-feira (7) na sede da Fundação Nacional do Índio (Funai), em Brasília. Eles reivindicam melhores condições de saúde e educação para as aldeias e a demarcação de suas terras.

FONTE : G1

RR – Operação Ágata desativa garimpo ilegal – TERRA YANOMAMI

Um ponto de garimpo ilegal que estava em atividade na região de Homoxi, na Terra Indígena Yanomami, foi desativado durante ação repressiva da operação Ágata 4, deflagrada pelas Forças Armadas Brasileiras com apoio de órgãos federais e estaduais na quarta-feira, 2.

Sete pessoas que operavam no garimpo, instalado nas margens do rio Mucajaí, foram removidas da área e entregues na Superintendência Regional da Polícia Federal. As duas balsas utilizadas pelos garimpeiros foram destruídas. A ação ocorreu na última sexta-feira, 4. Leia mais »

RR – DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL – Embrapa desenvolve projeto com indígenas

A Empresa Brasileira de Agropecuária em Roraima (Embrapa/RR) busca através do projeto de parcerias com os municípios do Estado, atender o setor primário, mais especificamente a agricultura familiar e as comunidades indígenas. E uma dessas parcerias é o Projeto Rural Sustentável, que funciona por meio de capacitação e transferência de conhecimento de tecnologia de informação com a finalidade de melhorar a capacidade produtiva dos indígenas. Leia mais »

Ágata 4: pistas clandestinas de garimpo são identificadas em reservas indígenas

Pelo menos dez pistas clandestinas utilizadas para pousos e decolagens de aeronaves a serviço de garimpeiros foram identificadas pela inteligência da Força Aérea Brasileira (FAB). Duas delas devem ser destruídas no âmbito da Operação Ágata 4 – ação conjunta que envolve as Forças Armadas brasileiras e agentes de segurança pública na fronteira do Brasil com a Venezuela, Suriname, Guiana e Guiana Francesa, na região Norte do país. A FAB identificou as pistas em reservas indígenas no estado de Roraima. O comando da operação irá definir dentro dos próximos dias os locais que serão destruídos.   

03/05/2012 - DEFESA - Ágata 4: pistas clandestinas de garimpo são identificadas em reservas indígenas

Leia mais »