Suiá Missú – Em carta, criança apela a Dilma para não deixar área disputada com índios. Em área de desocupação em MT, 700 estudantes podem perder ano letivo

Menino escreveu: “pede para o papai do céu não derrubar minha casa”. Moradores de povoado em Mato Grosso devem deixar a área que será ocupada pelos xavantes.

Emocionado e com lágrimas nos olhos, o pequeno João Vitor, de 8 anos, lê uma carta em que, segundo ele, é direcionada à presidente Dilma Rousseff. O pedido é para que se encontre uma saída para impedir o conflito entre moradores da comunidade Posto da Mata, em Alto Boa Vista, a 1.064 quilômetros de Cuiabá, e os agentes federais envolvidos no processo de desocupação do território reconhecido como de uso tradiconal pela comunidade xavante.

Leia mais »

Suiá Missú – Insegurança predomina em área xavante alvo de desocupação

“A situação está mais tranquila, mas os agentes federais ainda continuam na rua notificando as famílias”. O relato é da comerciante Aparecida Emboaba de Souza, moradora do distrito de Posto da Mata, em Alto Boa Vista, a 1.064 km de Cuiabá, e uma das notificadas pela Justiça Federal a deixar a área, reconhecida como de uso da comunidade xavante. O clima de tensão passou a predominar na localidade desde que agentes federais de segurança chegaram à comunidade como Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal, Força Nacional de Segurança e Exército. Na manhã desta sexta-feira (16) eles fecharam as rodovias federais BR´s 242, 158 e 080 e a MT 432, que dão acesso à Marãiwatsédé.
Operação em Posto da Mata para retirada de famílias de área Marãiwatsédé. Força Nacional de Segurança concentrou efetivo na região. foto: Divulgação/Aprosum

Leia mais »

Suiá Missú – Posseiro desmaia ao receber ordem judicial de desocupação de terra indígena

A polícia já notificou a maioria dos moradores do povoado de Posto da Mata, em Alto da Boa Vista, e São Félix do Araguaia, a 1.064 e 1.159 quilômetros de Cuiabá, respectivamente. Na manhã desta sexta-feira (16), dezenas de policiais chegaram de surpresa à comunidade. Um helicóptero durante todo o tempo sobrevoou a área enquanto os policiais percorreram casa por casa para notificar os moradores. De acordo com a decisão judicial, todos têm 30 dias para sair.

Leia mais »

AM – Ministério Público Federal debate questões indígenas em encontro em Manaus

Nos dias 19 e 20 de novembro, ocorre em Manaus, no hotel Blue Tree Premium, o II Encontro Regional da 6ª Câmara de Coordenação e Revisão (6ª CCR) do Ministério Público Federal, com o tema “Terra e saúde indígenas na região da Amazônia Legal”. 

Leia mais »

Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados discutirá demarcação de terras indígenas com AGU

Conflitos na demarcação de terras indígenas serão tema de audiência pública na Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara, nesta terça-feira (20). Foram convidados o advogado-geral da União (AGU), Luis Inácio Lucena Adams; o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo; e o diretor-geral da Polícia Federal, Leandro Coimbra.

Suiá Missú – ‘Só saio morto’, diz morador sobre desocupação de área indígena

O clima de tensão predomina no povoado de Posto da Mata, em Alto Boa Vista, a 1.064 km de Cuiabá, no nordeste de Mato Grosso, onde vivem as famílias que precisarão deixar a área reconhecida território Marãiwatsédé. Desde a última semana os agentes da Justiça Federal deram início às notificações e a população tem 30 dias para deixar a região de forma voluntária.

Leia mais »

Operação Curare retira garimpeiros de terras indígenas na fronteira do Amazonas

A ‘Operação Curare’, do Comando da 2ª Brigada de Infantaria de Selva, retirou garimpeiros que atuavam em terras indígenas no Amazonas, em uma área conhecida como Serra dos Porcos, na fronteira brasileira com a Colômbia, na região do alto Rio Içana, próximo à comunidade indígena de São Joaquim. A ação teve início na quinta-feira (8).

Garimpo estava localizado em terras indígenas na fronteira do Brasil com a Colômbia (Foto: Divulgação/2ª Brigada de Infantaria de Selva)

Leia mais »

¿Fue un avance o un retroceso la Conferencia Río+20 para los pueblos indígenas?

La Coordinadora Andina de Organizaciones Indígenas (CAOI) ha puesto en circulación virtual el libro: “Balance de la Conferencia de Naciones Unidas Río+20” en el que intenta responder preguntas como: ¿Cuánto lograron los movimientos sociales, y en particular el movimiento indígena, en defensa de la Madre Tierra y la Vida? ¿Significó Río+20 un avance o un retroceso en este camino? ¿O simplemente el mantenimiento del statu-quo que nos ha llevado a la crisis global? Leia mais »

Suiá Missú – Maioria de famílias é notificada para deixar terra indígena

A maioria das famílias de posseiros que moram na terra indígena Marãiwatsédé, localizada na região nordeste do estado, já foi notificada a deixar a área por decisão da Justiça Federal. Os moradores começaram a ser notificados na semana passada. No próximo dia 9 de dezembro encerra o prazo para que as primeiras famílias notificadas saiam do local.

Leia mais »

Operação Eldorado – Aldeia Teles Pires: relatório de comissão aponta excessos

Segundo o relatório fechado pela Comissão Especial de Justiça, instalada pela Câmara de Vereadores de Jacareacanga, houve excesso por parte do grupo de, aproximadamente, trinta e cinco policiais federais que participaram da ação da Operação Eldorado na aldeia Teles Pires, na divisa do Pará com o Mato Grosso.

Leia mais »

RR – Funai prende 52 garimpeiros na TI Yanomami, mas só 25 chegam à Capital

Agentes da Fundação Nacional do Índio (Funai) prenderam anteontem, à tarde, 52 garimpeiros que extraíam ouro da terra indígena Yanomami, na região do Apiaú, no Município de Mucajaí. Como estavam em desvantagem numérica, os seis servidores da Funai, acompanhados de mais seis índios Yanomami, só conseguiram chegar à sede da Polícia Federal, na Capital, com apenas 25 garimpeiros. Leia mais »

CTI lanzó boletín de octubre de 2012 sobre pueblos en aislamiento

El Centro de Trabajo Indigenista (CTI), comparte su boletín sobre pueblos en aislamiento que se encuentran entre la frontera de Brasil y Perú y otros que viven en regiones fronterizas de  América del Sur. La edición de octubre de 2012 contiene artículos de reflexión en español y portugués de diferentes medios y también de instituciones que trabajan sobre temas indígenas. Leia mais »

Funai – Guarda Rural Indígena

O jornal Folha de São Paulo em seu programa “TV Folha”, apresentado aos domingos, pela TV Cultura, veiculou uma matéria sobre a existência da Guarda Rural Indígena (GRIN), criada por Portaria da Fundação Nacional do Índio – FUNAI – em 25 de setembro de 1969.

Cópia do DOU que publicou a Portaria de 25/09/1969

Leia mais »

Terras indígenas e falsos proprietários (*)

Em vários pontos do Brasil estão ganhando maior gravidade os confrontos entre comunidades indígenas e fazendeiros que se apresentam como proprietários de áreas tradicionalmente ocupadas pelos índios. Um dos lugares de maior intensidade dos conflitos, falando-se, inclusive, na possibilidade de suicídio coletivo de comunidades indígenas se forem obrigadas a sair de suas terras, é o estado de Mato Grosso do Sul. A par dos aspectos humanos de suma gravidade, existe um ponto de fundamental importância, de ordem jurídica, que não tem sido lembrado e que torna patente a ilegalidade das pretensões dos que se dizem fazendeiros regularmente instalados nas terras indígenas. Leia mais »

La geopolítica se calienta en la triple frontera (*)

La geopolítica está subiendo de temperatura en la Triple Frontera del Colombia, Brasil y Perú, en un espacio de la cuenca amazónica históricamente caliente.  Por Róger Rumrrill*

Leia mais »