Indicação Geográfica do pirarucu manejado em Mamirauá tem projeto lançado em Tefé

O projeto “Indicação Geográfica (IG) Pirarucu de Manejo da Região de Mamirauá” teve lançamento oficial na última quinta-feira (22), em Tefé. A cidade amazonense é uma das nove que pode receber o reconhecimento por um produto de qualidade e origem: o pirarucu manejado da região de Mamirauá. Dessa região, nomeada pelo projeto de “região Mamirauá”, também fazem parte os municípios de Alvarães, Fonte Boa, Japurá, Juruá, Jutaí, Maraã, Tefé, Tonantins e Uarini, todos localizados no médio e alto curso do Rio Solimões.

Indicação Geográfica vai reconhecer a qualidade do pirarucu manejado. Projeto, apoiado pelo Instituto Mamirauá, abrange nove municípios no Amazonas -ALINE FIDELIX

Leia mais »

Projeto BioREC incentiva atividades econômicas que reduzem impacto à floresta

Quando a floresta desaparece, todos são prejudicados. Mais do que uma máxima ambientalista, esse é um princípio que há tempos é sabido por comunidades que vivem em contato íntimo com a natureza. Inclusive, as que têm na extração de madeira uma fonte de renda. Na Amazônia, o projeto Mamirauá: Conservação e Uso Sustentável da Biodiversidade em Unidades de Conservação, o BioREC, incentiva atividades econômicas que reduzem o impacto na floresta, como o manejo florestal sustentável. 

Leia mais »

RDS Mamirauá: Rodada de Negócios de Pirarucu será realizada na próxima semana

O Instituto Mamirauá, por meio de seu Programa de Manejo de Pesca, promove, entre os dias 28 e 29 de julho, a 5ª Rodada de Negócios de Pirarucu e o 4º Encontro de Manejadores, em Tefé (AM). O evento é uma oportunidade para comerciantes negociarem diretamente com pescadores de pirarucu manejado nas Reservas de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá e Amanã.  Leia mais »