Peixe ornamental de beleza rara tem sido exportado de maneira ilegal na Amazônia

O Amazonas está sendo usado por traficantes internacionais de peixes ornamentais como a principal rota para o comércio ilegal do hypancistrus zebra, espécie de peixe mais conhecida como cascudo zebra, encontrado no rio Xingú, no Pará.                Leia mais »

MPF/AM sedia workshop para aprimorar combate ao comércio ilegal de madeira

O Ministério Público Federal no Amazonas (MPF/AM) sediou hoje (1º) workshop sobre comércio ilegal de madeira, realizado pelo MPF e pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos, com o objetivo de promover o intercâmbio de experiências entre agentes do governo americano, representantes de empresas privadas e agentes públicos brasileiros, favorecendo as atividades de combate à exploração ilegal de madeira.           Leia mais »

PA – Garimpos ilegais são desativados pelo Ibama na Terra Indígena Kayapó

Com o apoio da comunidade Kayapó, o Ibama desativou oito garimpos ilegais na Terra Indígena do Baú, no Pará. Durante a ação, realizada no período. Leia mais »

Inteligência e combate ao crime ajudam a preservar a Amazônia

As ações de inteligência e combate ao crime organizado na Amazônia Legal atingiram novos índices de preservação do bioma. Os alertas do Sistema de Detecção de Desmatamentos em Tempo Real (Deter), anunciados nesta sexta-feira (21/02), caíram 19% entre agosto de 2013 e janeiro deste ano em comparação ao mesmo período anterior. Além disso, 68% dos indicativos de desmatamento contabilizados pelo Deter ficam em áreas fiscalizadas pelos estados. O Ministério do Meio Ambiente (MMA), em parceria com os governos locais, busca identificar as áreas em que ocorreu desmatamento ilegal ou supressão vegetal autorizada.     Leia mais »

Descoberto esquema de furto de madeira do Amazonas

Todos os planos de manejo de madeira de Rondônia foram suspensos, no último mês, depois que o Governo do Amazonas identificou um esquema ilegal no qual madeireiros derrubavam árvores em solo amazonense e legalizavam o material em Porto Velho. Leia mais »

Ibama emite licença de operação para trecho Macapá do linhão de Tucuruí

O Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis emitiu a licença de operação da linha de transmissão, em 230 kV, Jurupari-Laranjal do Jari-Macapá, parte do Linhão Tucuruí-Manaus-Macapá, que vai permitir a integração do sistema elétrico da região Norte ao Sistema Interligado Nacional. O empreendimento, com 334 quilômetros, é parte integrante do Lote B do leilão do linhão. Leia mais »

Ibama publica novas regras para o Documento de Origem Florestal

Instrução Normativa nº 21/2013, publicada hoje (30) no Diário Oficial da União, seção 1, página 830, estabelece importantes inovações referentes à normatização de novos mecanismos incorporados ao sistema Documento de Origem Florestal (DOF) e a consolidação de orientações para procedimentos e conceituações. O DOF é a licença obrigatória para transporte e armazenamento de produtos florestais de espécies nativas do Brasil.    Leia mais »

Fiscalização do Ibama combate desmatamento no sul do Amazonas

O Ibama divulgou os resultados parciais da operação Arãtareimo, que está sendo realizada em Lábrea e Boca do Acre, no Amazonas. Somente no mês de outubro foram aplicados cerca de R$14 milhões em multas e 2658 hectares foram embargados, por destruição de floresta nativa sem autorização do órgão competente. Leia mais »

Ibama inicia fase de testes do SIGA – Sistema Integrado de Gestão Ambiental – o novo sistema do licenciamento ambiental federal

O Ibama, visando promover a participação da sociedade em suas  decisões, submete à Consulta Pública, para recebimento de sugestões e  comentários, o módulo Área do Empreendedor do Sistema Integrado de  Gestão Ambiental – SIGA.  Leia mais »

Ibama libera linhão de Tucuruí

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) assinou ontem a licença de operação de dois trechos do linhão de Tucuruí. A autorização libera o início efetivo de energização e funcionamento da linha de transmissão. Ao todo, a licença atinge 851 km de extensão. Um primeiro lote, de 506 km, atravessa seis municípios do Pará, a partir de Tucuruí. Outro lote, de 345 km, parte de Jurupari, cortando mais sete municípios paraenses. Com esses dois lotes, o linhão tem praticamente 100% de sua malha de alta tensão (500 kV) pronta para operar. Em março o Ibama já havia concedido licença de operação para o trecho de 558 quilômetros entre a cidade de Oriximiná (PA) e Engenheiro Lechuga (AM). Agora, falta apenas uma linha de baixa tensão (230kV) para ser emitida pelo órgão ambiental. Leia mais »

RR – Fiscalização coíbe a pesca ilegal na ESEC de Caracaraí

O Núcleo de Gestão Integrada de Caracaraí, através da Estação Ecológica de Caracaraí, localizada no estado de Roraima e sob gestão do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), realizou no período de 10 a 20 de maio, a operação de fiscalização “Rios Federais”.

caracarai Leia mais »

Amazônia: cai alerta de desmate

A degradação da Floresta Amazônica continua a apresentar tendência de queda. Em abril, o Sistema de Detecção de Desmatamentos em Tempo Real (Deter) contabilizou 147 km² de alertas de desmatamento, o que representa uma diminuição de 37% em relação ao mesmo mês do ano passado. A redução foi ainda mais expressiva em março, quando foram registrados 28 km² de devastação, 53% a menos do que os 60 km² registrados no período anterior. Leia mais »

Amazônia – Indicativos de desmatamento registrados na região se normalizam. Novas estratégias de fiscalização deram resultado.

Após um pico isolado no ano passado, os indicativos de desmatamento registrados na Amazônia Legal voltaram aos patamares de controle. Os dados do Sistema de Detecção de Desmatamentos em Tempo Real (Deter), divulgados na tarde desta quinta-feira (28/03), em Brasília, mostram que as taxas de alteração de paisagem no bioma caíram em relação ao mesmo período anterior. As mudanças nas estratégias de fiscalização aparecem como principais responsáveis pela redução do desflorestamento. Leia mais »

Operação Onda Verde: a tecnologia a favor do meio ambiente

Com o objetivo de ocupar todas as áreas da Floresta Amazônica acometidas pelo desmatamento ilegal durante 12 meses por ano, a operação Onda Verde ocupou de forma ostensiva os estados do Pará, de Mato Grosso, Rondônia e Amazonas, considerados pelo monitoramento ambiental como áreas críticas. Nesses estados, foram instaladas bases avançadas de fiscalização.

No Mato Grosso, os primeiros números da operação impressionam. Em menos de 40 dias de ação, já foram apreendidos 15 tratores, sendo quatro de esteira, cujo poder de destruição é muito grande, cinco caminhões e duas colheitadeiras, além de 70 toneladas de arroz. Foram embargados 3.790 hectares de terras e aplicados mais de R$ 12 milhões em multas.

O superintendente do Ibama no Mato Grosso, Marcus Keynes, esteve hoje em Sinop.  Em visita à imprensa, informou que o Ibama passará a trabalhar com autos de infração eletrônicos. “Você registra a infração em um equipamento que permite num clic disponibilizar todas as informações nos sistemas de controle, o que nos dará agilidade, facilitando o combate imediato aos ilícitos ambientais”, explica. Disse também que o Ibama está trabalhando com imagens de satélite de altíssima resolução, que possibilitam, em tempo real, localizar áreas desmatadas de cinco metros. Em relação à mobilidade, Keynes falou que o Ibama pretende aumentar sua frota de veículos adaptados ao solo amazônico, que serão todos rastreados e dotados de sistema de comunicação via satélite. A frota de helicópteros aumentou para sete aeronaves.

O superintendente do Ibama no Mato Grosso conclui dizendo que quem produzir em terras embargadas, comprar, vender ou transportar produtos oriundos dessas terras, além de perder o produto, os equipamentos e os veículos, responderão solidariamente por crime ambiental.

FONTE : ASCOM/IBAMA

VER MAIS EM   :  http://www.ibama.gov.br/publicadas/operacao-onda-verde-a-tecnologia-a-favor-do-meio-ambiente