Senado Federal – Telmário Mota chama atenção para a crise de energia em Roraima

O senador Telmário Mota (PDT-RR) chamou a atenção para a crise energética em seu estado, situação atribuída por ele a governos corruptos que nunca se mobilizaram para livrar Roraima dos apagões. O senador lembrou que Roraima depende de importação de eletricidade da Venezuela, cujo fornecimento sofre interrupções frequentes, e o abastecimento é complementado por usinas termelétricas que custam caro e agravam o efeito estufa.      

Leia mais »

Perú participará en un programa regional para proteger la Amazonía – Junto con Brasil y Colombia

Perú, Brasil y Colombia participarán en un programa regional para proteger la Amazonía sudamericana y ayudar a reducir las emisión de CO2 en el planeta, con el apoyo de instituciones ambientales, el Banco Mundial y organismo internacionales.

Leia mais »

Sucesso de possível novo acordo climático global na COP21 dependerá de governança

O sucesso de um novo acordo global de redução de emissões de gases de efeito estufa que poderá ser estabelecido durante a 21ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP21), prevista para ocorrer no início de dezembro, em Paris, dependerá da estruturação de um sistema de governança eficiente para implementá-lo.

Leia mais »

Chamada pública seleciona iniciativas de estudos sobre mudanças climáticas

O Diário Oficial da União desta sexta-feira, 9 de outubro, publica o aviso de chamada pública CNPq/MCTI/ANA para seleção de propostas para apoio financeiro a projetos de desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação relacionados a mudanças climáticas. Os interessados podem enviar suas iniciativas até 23 de novembro, Os projetos deverão gerar conhecimentos sobre: impactos das mudanças climáticas sobre os sistemas naturais e humanos; medidas para adaptação com ênfase em recursos hídricos e seus usos; estoques e fluxos de carbono no solo e na vegetação no Brasil; e modelos matemáticos atmosféricos e hidrológicos em escala local e regional.             Leia mais »

Para cada R$ 1 milhão de receita com pecuária extensiva, R$ 22 milhões de impacto ambiental

A latifundiária vaca brasileira traz custos ambientais que, se internalizados, tornariam a pecuária bovina inviável. Um estudo sobre os riscos de financiamento lista a criação de gado como um dos setores de maiores custos de capital natural, com impacto no desmatamento, na degradação do solo e na emissão de gases do efeito estufa — a flatulência bovina está entre as maiores fontes do mundo de metano, um potente gás-estufa.     

Leia mais »

Estados da Amazônia fortalecem REDD+

O governo federal debateu, com autoridades locais, formas de fortalecer programas de Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação Florestal (REDD+). O secretário-executivo do MMA, Francisco Gaetani, reuniu-se, nesta segunda-feira (17/08), com secretários de Meio Ambiente dos Estados que compõem a Amazônia brasileira para analisar meios de implantar políticas voltadas para a conservação e recuperação do bioma.    Leia mais »

Itamaraty admite que Brasil poderá antecipar entrega de contribuição à COP21

O Brasil poderá antecipar a data de entrega da Contribuição Nacional Determinada (INDC, do nome em inglês) à Convenção das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP21), que ocorrerá em Paris, França, entre os dias 30 de novembro e 11 de dezembro deste ano. O prazo final para a apresentação das propostas de redução de emissões de gases de efeito estufa (GEE) pelos países que fazem parte da Convenção do Clima da Organização das Nações Unidas (ONU) é o dia 1º de outubro.     Leia mais »

Governo trabalha proposta para reduzir efeito estufa

O governo brasileiro está trabalhando na elaboração do projeto que será encaminhado ao secretariado da Convenção das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP21) até o dia 1º de outubro. A data foi definida como prazo final para a apresentação das propostas de redução de emissões de gases de efeito estufa (GEE) pelos países que fazem parte da Convenção do Clima da Organização das Nações Unidas (ONU). Esses gases são considerados a principal causa do aquecimento global. A COP21 ocorrerá em Paris, França, entre 30 de novembro e 11 de dezembro deste ano.        

Leia mais »

MPF/PA pede e ICMBio aceita fazer consulta prévia para projeto de carbono na reserva Tapajós-Arapiuns

Em reunião na sede do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), em Santarém, o Ministério Público Federal (MPF/PA) expôs a necessidade de ser realizada, de modo adequado, consulta prévia, livre e informada com as comunidades moradoras da Reserva Extrativista Tapajós-Arapiuns antes de qualquer projeto ou empreendimento que afete seu modo de vida e território. A reunião tratava de proposta de comercialização de créditos de carbono florestal na região, feita pelo ICMBio.       Leia mais »

Observatório do Clima lança proposta de meta para o Brasil na conferência do clima de Paris

A ideia é limitar as emissões de gases de efeito estufa do país a 1 bilhão de toneladas de gás carbônico equivalente. O número representa 35% de redução em relação às emissões de 2010. Para concretizar o plano, o Observatório do Clima lista o conjunto de providências que devem ser asseguradas por políticas públicas, colaborando para que o aumento da temperatura global não supere 2ºC.                                   Leia mais »

Planejamento para COP 21 considera adaptação

Seminário sobre clima tem presença da ministra do Meio Ambiente e leva a discussão para além da redução de emissões; reflorestamento e adaptação também são foco do governo brasileiro Nesta quinta-feira (11), a Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, presidida pelo deputado Átila Lira (PSB/PI), promoveu um seminário sobre a preparação para a 21ª Conferência das Partes da Convenção das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, a COP 21, a ser realizada em Paris no fim do ano. O evento teve a participação de diversos convidados especialistas no assunto e contou com a presença da Ministra do Meio Ambiente Izabella Teixeira.           Leia mais »

Especialista pede compromisso do Brasil na redução de gases do efeito estufa

O coordenador do Sistema de Estimativa de Emissões de Gases de Efeito Estufa do Observatório do Clima, Tasso Azevedo, afirmou nesta quinta-feira (11) que o Brasil deve assumir o compromisso de emitir, em 2030, 1 bilhão de toneladas de gás carbônico por ano. Hoje, a emissão é de 1,5 bilhão.    Leia mais »