Alerta para contaminação de mananciais na Amazônia

A mídia em geral veiculou uma série de matérias envolvendo a utilização da água de forma consciente como forma de marcar a passagem do “Dia Mundial da Água” – 22 de março -. Data criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1992.

No dia Mundial da Água, comemorado nesta quinta-feira (22), o alerta é para a falta de gerenciamento dos recursos hídricos. O fator é uma ameaça para a conservação do manancial que pode estar com os dias contados. O Amazonas possui a maior reserva de água doce do mundo, mas isso pode acabar. Na avaliação do gerente do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), Marco Antônio Oliveira, a construção desordenada de poços artesianos coloca em risco a conservação das águas subterrâneas e das fontes de água da bacia amazônica – e pode levar à escassez do recurso. Leia mais »

Fórum em Manaus coloca em xeque Hidrelética de Belo Monte

 No auge das discussões sobre universalização da energia, as cobranças ambientais ganham espaço. De um lado, os defensores do desenvolvimento. Do outro, os ecoxiitas do meio ambiente. Entre os atuais empreendimentos para suprir a falta de energia no País está a Hidrelétrica de Belo Monte. Apelidada de “belo monstro”, a obra entrou na pauta do Fórum Mundial de Sustentabilidade nesta sexta-feira, em Manaus. Questionados, os palestrantes opinaram sobre o empreendimento.

Na última quinta-feira (23), primeiro dia do Fórum, o diretor executivo da Rio+20, Brice Lalonde, disse que “não podemos confrontar sustentabilidade e meio ambiente”. Já nesta sexta-feira, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou que, a princípio, era contra a construção da Hidrelétrica, mas admitiu que as dimensões do Brasil cobram soluções energéticas. Segundo ele, o País deve buscar outras alternativas para não precisar construir outra usina nos próximos 20 anos. Leia mais »

Alerta Perú sobre cambio climático en Andes y Amazonía

El cambio climático registra un fuerte impacto en los Andes y la Amazonía peruana debido a un proceso de deglaciación, alertaron hoy especialistas al presentar un informe.

El documento “Tiempo de soluciones” recordó que los glaciares tropicales alimentan gran parte de los ríos del país y reveló que su deterioro se ha acelerado en los últimos 30 años y ya es irreversible. Leia mais »

Colombia Presente en II Reunión de Ministros de Ambiente del Tratado de Cooperación Amazónica

Los temas centrales de la reunión serán el posicionamiento de la Organización del Tratado de Cooperación Amazónica (OTCA) ante Río + 20, incluyendo los Objetivos de Desarrollo Sostenible y la revisión de temas de interés común como la Plataforma de Cooperación Ambiental.

La Viceministra de Ambiente y Desarrollo Sostenible, Adriana Soto Carreño, representará a Colombia en la II Reunión de Ministros de Ambiente del Tratado de Cooperación Amazónica (OTCA), a celebrarse el 21 de marzo, en Lima (Perú). Leia mais »

Conferência precisa ouvir sociedade civil, diz Greenpeace

“Parece que todos os negociadores sofrem de uma doença, parece que todos têm problema em não escutar direito”, disse Kumi Naidoo, diretor executivo do Greenpeace Internacional, ontem, em Manaus. Ele se referia aos diplomatas envolvidos com negociações internacionais do gênero das que precedem a Rio+20. “Não ouvem o que a ciência está dizendo. Ainda temos algumas semanas antes da conferência. Espero que os representantes de governo possam internalizar em suas discussões o que outros estão falando.” Leia mais »

Fórum Mundial de Sustentabilidade e o desafio de vencer as utopias ambientais

Consensos como acesso universal a energia, eficiência energética e energia sustentável estão incluídos na agenda da Conferência.

Todos os anos, os governos se reúnem em conferências, congressos, fóruns, seminários e simpósios. Os nomes são variados. O significado de cada um: nem todos sabem. Na teoria, estes encontros servem para discutir propostas capazes de solucionar questões políticas, sociais, econômicas ou ambientais. Na prática, a situação muda. Este problema veio à tona no primeiro dia do Fórum Mundial de Sustentabilidade nesta quinta-feira (22) em Manaus. O evento, que antecede os debates sobre a Rio+20, acontece até o próximo sábado (24). Leia mais »

Preocupação com o desmatamento une lideranças ambientais e políticas no AM

Ministério Público, Federação da Agricultura, Coiab e Greenpeace trabalham juntos pela preservação da Amazônia.

 A capital amazonense é, nesta quinta-feira (22), também a capital da sustentabilidade. Enquanto na Ponta Negra, as discussões giram em torno do Fórum Mundial de Sustentabilidade, no Porto da Manaus Moderna os debates sobre ações de combate à destruição dos recursos naturais acontecem no Raibow Warrior – um barco que percorre o Brasil em busca de 1,4 milhão de assinaturas para deter o desmatamento no País. Leia mais »

Água é um dos elementos mais afetados pelas alterações climáticas, diz presidente da ANA

A água é o principal veículo afetado pelas alterações climáticas e o Pacto das Águas – documento firmado no 6º Fórum Mundial das Águas, na semana passada, em Marselha, na França – não tratou da questão devidamente. A declaração é do presidente da Agência Nacional de Águas (ANA), Vicente de Andreu Guillo. Ele participou hoje (22), quando se comemora o Dia Mundial da Água, de audiência pública da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados. Leia mais »

Sem PMDB, governistas adiam na CCJ votação de proposta dos ruralistas sobre homologação de terras indígenas

Em uma sessão tensa da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), da Câmara, de ânimos acirrados, os deputados governistas, exceto os do PMDB, conseguiram adiar hoje (20), por falta de quorum, a votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 215, que transfere para o Congresso Nacional a competência para demarcar e homologar terras indígenas e quilombolas. Atualmente, essa competência é do Poder Executivo, mas a bancada ruralista quer colocar a PEC em votação para ter mais influência sobre as homologações. Leia mais »

Governo intensifica pesquisa por terras raras na Região Amazônica

Programa nacional de sondagem sobre reservas de minerais usados em aparelhos de alta tecnologia ganha fôlego em Roraima e Amazonas.

Por trás das telas dos tablets, smartphones e notebooks há componentes de alto desempenho tecnológicos produzidos com o uso de 17 minerais que formam um conjunto de óxidos metálicos chamado terras raras. O insumo aplicado em eletroeletrônicos de alto desempenho, como dispositivos de misseis e circuitos de computadores, é alvo de uma disputa acirrada entre China, Estados Unidos, Japão e União Europeia deflagrada nesta semana na Organização Mundial do Comércio (OMC). Leia mais »

Roraima na Rio+20

O Comitê Preparatório de Roraima para a Conferência Rio+20 vai se reunir no auditório da Casa de Cura (BR-174 sul), na sexta-feira, às 14h30, para tratar do Seminário Estadual Preparatório para a Rio+20, com escolha da delegação que participará dos eventos paralelos ao evento no Rio de Janeiro, como a Cúpula dos Povos e Acampamento Terra Livre. Será o maior evento ambiental do mundo a ser sediado no Brasil, em junho.

FONTE: Folha de Boa Vista

Metais terras-raras encontrados em RR

Roraima detém metais vitais para a indústria de alta tecnologia. Estudo do Serviço Geológico do Brasil (CPRM) aponta que 17 minerais que formam um conjunto de óxidos metálicos chamados terras-raras foram encontrados na região do Apiaú, em Mucajaí. Esses minerais conferem características especiais a ligas metálicas utilizadas em equipamentos de última geração, como tablets, telefones celulares e lasers. Leia mais »

Rascunho do texto-base da Rio+20 volta a ser discutido na ONU

O primeiro rascunho do texto-base da Rio+20, cúpula da Organização das Nações Unidas (ONU)  que vai debater o desenvolvimento sustentável, voltou a ser negociado informalmente nesta segunda-feira (19), em Nova York. Lançado em 11 de janeiro, o documento passou por uma primeira rodada de discussões em 25 de janeiro. A conferência está prevista para acontecer de 22 a 26 de junho, no Rio de Janeiro.   Leia mais »

RR – Femarh alerta que oferta de crédito de carbono não está regulamentada

Um “termo de compromisso” distribuído pela empresa paranaense Topogeo Engenharia que garante fazer o georreferenciamento que supostamente serviria para o monitoramento de projetos de crédito de carbono e desmatamento evitado em imóveis rurais em Roraima tem preocupado produtores locais. Eles temem que a ação engesse a atividade rural com a adesão a contratos que inviabilizem a utilização da terra. A Fundação Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Femarh) alertou que a comercialização de crédito de carbono não está regulamentada e o Incra informou que qualquer georreferenciamento só pode ser feito após prévia autorização do órgão, mesmo em áreas do Estado. Leia mais »

Indígenas denunciam violência sofrida

As associações indígenas brasileiras vão utilizar a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, prevista para junho, no Rio de Janeiro, a fim de denunciar os problemas vividos pelos índios no país. Leia mais »