Laudo indica que cacique indígena do Amapá morreu afogado, informa PF

Médicos legistas da Polícia Técnica do Amapá (Politec-AP) responsáveis por exumar o corpo do cacique Emyra Waiãpi afirmam não ter encontrado nenhum ferimento que possa ter causado a morte do líder indígena, falecido na segunda quinzena de julho. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (16), pela Polícia Federal (PF), que sugere que o líder indígena morreu afogado.

Leia mais »

Corpo de cacique morto em terra Wajãpi, no Amapá, é exumado; laudo fica pronto em 30 dias

Técnicos da Polícia Federal e da Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Amapá realizaram, nesta sexta (2), a exumação do corpo do cacique Emyra Wajãpi.

Leia mais »

Invasão de Garimpeiros no Amapá: Uma Possível Farsa Criada Pela Esquerda

É bastante provável que a notícia veiculada no último domingo (28/07) de que uma reserva indígena no Estado do Amapá teria sido invadida por garimpeiros causando um conflito que resultou na morte de um índio, tenha sido uma grande farsa produzida pela esquerda e por ONGs estrangeiras que atuam na região para desafiar e questionar a soberania brasileira sobre a Amazônia.

Leia mais »

Operação SOS Karipuna investiga organizações criminosas que atuavam em terra indígena em Rondônia

A Polícia Federal iniciou a deflagração simultânea de duas operações policiais nesta manhã (17/06/2019), no bojo da ação denominada SOS Karipuna, com o objetivo de desarticular organizações criminosas instaladas na região da Terra indígena karipuna, com ponto central de atuação no distrito de União Bandeirantes, município de Porto Velho/RO.

Operação organizada pela Funai na TI Karipuna em maio/2019. Foto: Arquivo Funai

Leia mais »

Prefeito recomenda que população receba equipe da Funai “à bala”, denuncia autarquia ao MPF no Pará

Prefeito de Itaituba incitou moradores ao crime em reunião que divulgou área delimitada para estudos de identificação de Terras Indígenas, informaram servidores do órgão.

Arte: Ascom MPF/PA

Leia mais »

ONU aponta aumento dos conflitos por terra no Brasil: MST, ativistas e indígenas na mira

A tensão no campo aumenta no Brasil. O alerta é de Miguel Enrique Stedile, da coordenação nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), ecoando documento de relatores da ONU enviado ao governo brasileiro no fim do ano passado.

Leia mais »

Más de la mitad de los territorios indígenas en Brasil aún aguarda demarcación

El Informe anual del CIMI muestra que en 2016 hubo un incremento del discurso de odio contra los pueblos indígenas.

La demarcación de los territorios indígenas en Brasil es muy lenta. En total, 64,5% de los territorios aún esperan el (resultado) de los procesos. Son 836 procesos de 1.296 áreas indígenas que tienen alguna pendencia y todavía no fueron finalizados.

Leia mais »

Sarney Filho promete reforçar atuação no Amazonas após ataque de garimpeiros

O ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, declarou que o governo dará uma resposta dura a quem afrontar as ações do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). No dia 27 de outubro, garimpeiros atearam fogo à sede e também em veículos do Ibama e do ICMBio, em Humaitá, no sul do Amazonas, forçando os técnicos a saírem escoltados pela polícia para fora da região.

Leia mais »

MPF pede a condenação de ex-secretária de Meio Ambiente e deputado por interferência em operação do ICMBio no AM

Acusados respondem na Justiça pela prática de atos de improbidade que acarretaram a expulsão de servidores do ICMBio do município de Lábrea, em março de 2010, após ameaças e ofensas.

Leia mais »

MPF denuncia 11 pessoas por depredações a prédios públicos em Humaitá (AM)

Acusados destruíram veículos oficiais e depredaram prédios da Funai e da Casai na cidade, durante manifestação pelo desaparecimento de três pessoas na área da reserva indígena Tenharim, em 2013.

Leia mais »

Conflito por terra atinge 93 mil famílias e matou 47 este ano na Amazônia, diz estudo

Em meio ao polêmico debate sobre a exploração de terras no Norte, a Amazônia possui hoje 977 áreas com conflitos de terra, que afetam diretamente 93,8 mil famílias. Os dados fazem parte de um levantamento inédito, o Atlas de Conflitos da Amazônia, produzido pela CPT (Comissão Pastoral da Terra). O UOL teve acesso ao documento, que será divulgado na íntegra nos próximos dias no site da CPT.

Leia mais »

Dia Mundial do Meio Ambiente: Os ataques à agenda ambiental

Hoje, 5 de junho, é celebrado o Dia Mundial do Meio Ambiente.  A data foi criada pela ONU em 1972 para incentivar a conscientização mundial e a ação para a proteção do meio ambiente. No Brasil, no entanto, podemos ter cada vez menos o que comemorar, já que agenda ambiental tem sofrido uma série de ataques que prejudicam a legislação ambiental, a proteção do meio ambiente e os povos tradicionais. 

Leia mais »

Como se fabrica um “massacre” (e uma “etnia”) indígena

Descendentes de indígenas gamelas, em uma das propriedades “retomadas” em 2015 (foto Cimi).

A facilidade e a leviandade com que palavras fortes como “massacre”, “barbárie”, “genocídio” e outras similares são empregadas em quaisquer situações conflituosas envolvendo indígenas foram novamente evidenciadas, no embate entre autodenominados indígenas gamelas e proprietários de terras invadidas por eles, no Maranhão. O caso é um exemplo clássico das táticas de propaganda do aparato ambientalista-indigenista, em sua campanha permanente de fustigamento do Estado e inoculação do vírus divisionista na sociedade brasileira, levando-a a apoiar a sua agenda antinacional e antidesenvolvimentista.    Leia mais »

MPF/MA reúne-se com representantes da etnia Gamela para ouvir sobre o ataque ocorrido no dia 30 de abril

O Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA) reuniu-se com representantes da etnia Gamela e de outras instituições e entidades para obter mais detalhes sobre o ataque contra os indígenas ocorrido no dia 30 de abril, em Viana (MA). O encontro aconteceu nessa quinta-feira (11), na sede da Procuradoria da República do estado, e também teve como objetivo ouvir as reivindicações territoriais, de segurança e de acesso a políticas públicas para os gamelas.        Leia mais »