Ibama anucia fechamento de 5 bases; 2 na fronteira da Bolívia

A direção nacional do Ibama anunciou nesta segunda-feira o fechamento de 5 bases em Rondônia. Os servidores foram orientados a escolher entre trabalhar em Porto Velho, Brasília ou serem cedidos a órgãos municipais, perdendo todas as vantagens funcionais.

Dois principais escritórios, Costa Marques e Guajará-Mirim funcionam como órgãos fiscalizadores da fronteira com a Bolívia e onde há várias reservas florestais. Só Guajará tem mais de 90% do seu território coberta por áreas protegidas. Outra base crítica que também será fechada é a da região de Ariquemes, onde há conflitos por disputa de terra e retirada ilegal de madeira em Buritis e Jacinópolis, distrito criado a partir de invasões. Leia mais »