Banco de germoplasma é alternativa para extinção de espécies na Amazônia

Uma alternativa de conservação de agrobiodiversidade é estudada desde 1976 contra a extinção de espécies na Amazônia. Unidades conservadoras de material genético, denominadas Bancos de Germoplasma (BAGs) prometem solucionar o problema e apresentar formas de preservação do ecossistema aliadas ao desenvolvimento sustentável.

Os bancos são classificados de duas formas: bancos ativos, que contêm plantas mantidas em condições naturais; e bancos de base, onde parte da planta é conservada em câmaras frias. Atualmente, o Brasil conta com um total de 166 Bancos Ativos de Germoplasma que se encontram nas Unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), centros de pesquisa e em universidades.

Leia mais »