AM – Rio Negro tem novo recorde e ultrapassa cheia de 2009 – Nivel da água chegou a 29,78 metros, um centímetro a mais que há três anos

O rio Negro, em Manaus, superou nesta quarta-feira a cheia histórica registrada em 2009 ao atingir nível de 29,78 m, superando em 1cm o recorde anterior de 29,77 m. A maioria dos picos da cheia acontece no mês de junho, 19% em julho e apenas 6% em maio, de acordo com dados do Serviço Geológico do Brasil (CPRM). É a maior cheia em 110 anos, desde quando começou a ser feita a medição no porto de Manaus, em 1902.

Antes de 2009, o recorde de cheia foi registrado em junho de 1953, quando o rio Negro atingiu 26,69 metros. Na avaliação do chefe de Hidrologia do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), Daniel Oliveira, as cheias são fenômenos naturais e ocorrem em maior ou menor magnitude devido a precipitação que ocorre em toda a bacia hidrográfica. “No caso de 2009 e deste ano, tivemos o fenômeno La Niña, que provocou maiores precipitações na Amazônia”.

Mais de 10 mil famílias, em 11 bairros de Manaus, foram atingidas pela subida do nível do Negro. Entre os locais mais afetados está o centro da cidade, incluindo o prédio da Receita Federal e a alfândega portuária, onde um trecho da avenida Eduardo Ribeiro foi fechado pelo instituto de trânsito municipal, e bairros como Raiz, Educandos e Glória.

FONTE : http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/am/2012-05-16/rio-negro-tem-novo-recorde-e-ultrapassa-cheia-de-2009.html

BIODIVERSIDADE – Pesquisa avalia importância do tema para oito países

Menos de 20% de 8 mil pessoas entrevistadas em várias partes do mundo pela organização suíça União para BioComércio Ético (UEBT) já ouviram falar sobre a Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), que será realizada de 13 a 22 de junho no Rio de Janeiro. Apenas 6% das pessoas ouvidas no Brasil, na França, Alemanha, Índia, no Peru, na Suíça, no Reino Unido e nos Estados Unidos demonstraram saber do que trata o evento. Leia mais »

Plenário da Câmara dos Deputados encerra discussão de MP que altera limite de áreas ambientais

O Plenário encerrou a discussão da Medida Provisória 558/12, que altera os limites de sete unidades federais de conservação nas regiões Norte e Centro-Oeste para resolver problemas agrários e viabilizar legalmente usinas hidrelétricas que inundarão partes das reservas.

Os deputados votarão os pressupostos constitucionais de relevância e urgência e, em seguida, analisarão o mérito do texto.

A Medida Provisória 558/12 dispõe sobre alterações nos limites dos Parques Nacionais da Amazônia, dos Campos Amazônicos e Mapinguari, das Florestas Nacionais de Itaituba I, Itaituba II e do Crepori e da Área de Proteção Ambiental do Tapajós, e dá outras providências

FONTE: Agência Câmara de Notícias

Rio+20 – Novo Canal para a Participação dos Brasileiros

Os brasileiros que desejem contribuir com as discussões sobre desenvolvimento sustentável, tema da conferência Rio+20, que a Organização das Nações Unidas (ONU) realiza no Rio de Janeiro em junho, pode enviar textos, fotos ou vídeos para o site http://www.ofuturoquenosqueremos.org.br. Leia mais »

Criação de Áreas de Preservação Permanente (APPs)

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável realiza audiência pública hoje para discutir a criação de áreas de preservação permanente (APPs) em todos os países que participarão da Conferência das Nações Unidas Sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), que ocorrerá no Rio de Janeiro em junho. Leia mais »

Inovação para a Sustentabilidade

Rico em recursos naturais, o Brasil poderá tornar-se líder na chamada bioeconomia, disse nesta terça-feira (15) o diretor de Inovação da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Paulo Mól Junior. Mas para isso, alertou, o país deverá facilitar o acesso de pesquisadores ao seu vasto patrimônio genético, a partir do qual poderão ser fabricados novos tipos de fármacos, cosméticos e alimentos. Leia mais »

MA – Floresta de carvão e violência

Às vésperas da Rio +20, Brasil continua exportando destruição: cadeia de produção do aço ainda deixa um rastro de ilegalidades na Amazônia.

Desmatamento, invasão de terras indígenas e trabalho escravo. Foi contra esse cenário que o Greenpeace protestou hoje (14/05/2012): a 20 quilômetros da costa de São Luís (MA), ativistas escalaram e bloquearam a âncora de um navio que estava prestes a receber toneladas de ferro gusa que seriam levadas aos Estados Unidos, com um banner escrito “Dilma, desliga a motosserra”. Largamente exportado para aquele país, onde vira aço para a fabricação de carros, o ferro gusa carrega destruição e violência em sua cadeia de produção. As evidências estão no relatório “Carvoaria Amazônia”, divulgado hoje pelo Greenpeace. Leia mais »

AM – Nível do rio Negro está a dois centímetros de atingir a cota recorde

De segunda-feira (14) para terça (15) o nível do rio subiu três centímetros e a cota registrada é de 29,75 metros.

 

Valderino Ferreira faz as medições todos os dias e disse que esta quarta-feira (16) o nível do rio Negro deve atingir a cota máxima registrada em 2009 (Euzivaldo Queiroz)

PA – Museu Goeldi lança o Censo da Biodiversidade

O Museu Paraense Emilio Goeldi propõe uma ferramenta que permitirá aos pesquisadores, gestores ambientais e à sociedade em geral acompanhar o avanço do estado do conhecimento sobre a biodiversidade da Amazônia.

Quantas espécies existem na Amazônia? “Parece uma pergunta fácil, mas é muito difícil responder quantas espécies existem aqui na Amazônia. É uma questão muito dinâmica, que depende de vários fatores. A todo tempo são descobertas novas espécies”, responde a pesquisadora do Museu Paraense Emílio Goeldi, Teresa Ávila-Pires, especialista em répteis. Leia mais »

Observatório Amazônico da Torre Alta

Iteam concede uso de terras para Inpa realizar pesquisas no Amazonas. Inpa juntamente com outras duas instituições darão início à construção da estrutura física do Observatório Amazônico da Torre Alta

Um Termo de Concessão de Direito Real de Uso, disponibilizado pelo Instituto de Terras do Amazonas (Iteam) ao Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTI), na última quinta-feira (10), resultará na construção da estrutura física do projeto Observatório Amazônico de Torre Alta (Atto), coordenado pelo Inpa, o Instituto Max Planck e a Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Leia mais »

Asociaciones piden a Rousseff que vete reforma Código Forestal Brasil – Brazil’s forest emergency – sign the Dilma petition today!

Tres de las principales organizaciones medioambientales del mundo comenzarán hoy una movilización masiva de sus 22 millones de seguidores para pedir a la presidenta de Brasil, Dilma Rousseff, que vete la reforma del Código Forestal aprobada por el Parlamento.

WWF, Greenpeace y Avaaz alegan que los cambios propuestos al Código Forestal amenazan el reciente éxito en frenar la pérdida de los bosques y los esfuerzos de compromiso para enfrentar la corrupción en la región del Amazonas. Leia mais »

Documento da Rio+20 será resumido

O embaixador Luiz Alberto Figueiredo, secretário-executivo da Comissão Nacional para a Rio+20, disse nesta sexta-feira (11) que os negociadores do rascunho que será debatido na conferência estão preparando até dia 22 de maio uma síntese que seja “mais próxima” do que efetivamente será o resultado da reunião, que acontece em junho.

Esse rascunho, sobre o qual haverá nova rodada de negociações a partir do dia 28 de maio, na sede da ONU, em Nova York, chegou a ter 278 páginas, com texto em boa parte ainda entre colchetes, ou seja, passível de mudanças durante as negociações. Leia mais »

Rio+20 – Jóvenes recorren Bolivia y llegarán a Brasil para reflexionar de ecología con teatro

Un camión-teatro recorrerá desde el 24 al 29 de este mes varias ciudades del país hasta llegar a Río de Janeiro para recoger las demandas de niños y jóvenes para preservar sus derechos ecológicos y promover el “Buen Vivir” que serán llevadas y presentadas en la Conferencia de Río + 20. Leia mais »

MEIO AMBIENTE – Meta ambiental deve incluir área privada

Ao mesmo tempo em que analisa vetos ao Código Florestal para reestabelecer a exigência de recomposição da vegetação às margens de rios – derrubada parcialmente pela Câmara no mês passado -, a presidente Dilma Rousseff autorizou incluir as Áreas de Preservação Permanente (APPs) das propriedades na contabilidade das metas de biodiversidade, que o Brasil se comprometeu atingir até 2020. Leia mais »

Acre e Ucayali juntos pela preservação ambiental de suas fronteiras

Para contribuir com a gestão coordenada de recursos da flora e fauna silvestre em zonas de interesse sociocultural e ambiental na área fronteiriça do Departamento de Ucayali, no Peru, e do Acre, no Brasil, foi realizada na manhã desta quinta-feira, 10, uma reunião para o fortalecimento do Fórum de Integração Fronteiriça (Fifau). A reunião contou com representes do governo do Estado do Acre, do governo de Ucayali, além de entidades federais, privadas e sociedade civil. Leia mais »