Governo faz mutirão contra impacto socioambiental em Belo Monte

O governo começou ontem (18) na região da hidrelétrica de Belo Monte, no rio Xingu (PA), uma força-tarefa para tentar reduzir os impactos socioambientais da obra. Onze municípios deverão ser atendidos pelo mutirão, que inclui medidas de regularização ambiental e fundiária e ações de saúde.

Leia mais »

Índios temem conflitos por terras na área de Belo Monte

A violência que tem atingido o Estado do Pará nas últimas semanas começa a se aproximar das aldeias indígenas do complexo do Xingu, região onde será construída a usina hidrelétrica de Belo Monte.  A crescente pressão sobre as aldeias é feita por grileiros de terras e fazendeiros da região.  As terras indígenas Juruna do Km 17, Apyterewa, Arara da Volta Grande do Xingu e Paquiçamba, todas localizadas na área de influência da hidrelétrica de Belo Monte, são os principais alvos dos possíveis conflitos.As informações foram relatadas ao Valor pelo presidente da Associação dos Índios Moradores de Altamira (Aima) e líder do Conselho Indígena do município paraense, Luiz Xiporia.  “Há um clima de tensão muito forte em toda a região, os índios que vivem no entorno de Belo Monte passaram a ser constantemente ameaçados de morte”, conta Xiporia, que pertence à aldeia Apyterewa.  “Nós precisamos dialogar e agir.  Se nada for feito, poderá haver uma catástrofe na região”, diz ele. Leia mais »

Procuradoria entra com ação contra Belo Monte

A representação do Ministério Público Federal (MPF) no Pará ajuizou ontem uma ação civil pública com a qual questiona o licenciamento da Hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu. Na semana passada, após meses de polêmica, o Ibama concedeu autorização para a construção da usina ao consórcio Norte Energia. Segundo o MPF, trata-se da 11ª ação submetida à Justiça com o objetivo de impedir a obra.

Também ontem, a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, falou em público pela primeira vez desde que a autorização para a instalação da usina foi concedida. Ela chamou a licença de “robusta”e disse que técnicos do Ibama vão monitorar o cumprimento das exigências impostas ao consórcio. Leia mais »