Cetas/Ibama/AM faz um balanço de animais apreendidos em 2011

O Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) da Superintendência do Ibama do Amazonas recebeu, até o final de julho de 2011, 437 animais da fauna silvestre provenientes de apreensões, resgates e entregas espontâneas.

Os principais grupos da fauna silvestre mantidos e destinados pelo Cetas/Ibama/AM são répteis, especialmente. jabutis, tartarugas e tracajás, diversas espécies de aves, principalmente, pássaros e papagaios, e várias espécies de mamíferos, dos quais os primatas são o grupo mais representativo.

Em 2011, chegaram ao Cetas/Ibama/AM 10 espécies de primatas, entre elas, duas espécies de macacos-barrigudos (Lagothrix lagotricha e L. cana), sauim-de-mãos-douradas (Saguinus midas), sauim-de-coleira (Saguinus bicolor), macaco-prego (Cebus apella), guaribas (Alouatta seniculus e A. belzebuth), micos-de-cheiro (Saimiri sciureus e S. ustus) e macaco-aranha (Ateles paniscus).

Leia mais »

Jornalista troca carro por bicicleta e cria blog sobre cidades

Natália Garcia estava cansada de pegar quatro horas de engarrafamento por dia, na cidade de São Paulo. Em busca de uma melhor condição de vida, ela decidiu percorrer essas distâncias de bicicleta e metrô, e encontrou mais do que procurava. Ao se mobilizar por um trânsito menos estressante e mais organizado, a jornalista entendeu que a melhor maneira de fazer com que as pessoas se envolvam é fazê-las também ocupar o espaço público, como pedestres. Leia mais »

MT: apreendidos mais de 100 metros cúbicos de madeira irregular

Fonte: Só Notícias/Weverton Correa

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu cerca de 106 metros cúbicos de madeira irregular, ontem, na região Norte, em três ocorrências, na quais os condutores apresentaram documentação ambiental em desacordo com a legislação, caracterizando crime ambiental. Duas delas foram em Sinop. Leia mais »

Programa garante segurança alimentar de crianças e mulheres indígenas

As Nações Unidas em parceria com o Governo Brasileiro estão executando o Programa Conjunto de Segurança Alimentar e Nutricional de Mulheres e Crianças Indígenas no Alto Rio Solimões (AM) e em Dourados (MS), com o propósito de garantir os direitos à saúde e à alimentação saudável para a população indígena das duas regiões prioritárias.

No Dia Internacional dos Povos Indígenas, 9 de agosto, vale lembrar que o Brasil e os outros 192 países-membros das Nações Unidas se comprometeram a alcançar os oito Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODMs) até 2015, e o Programa Conjunto de Segurança Alimentar e Nutricional é uma das ações em curso no País com o propósito de contribuir com os avanços brasileiros em torno dos ODMs, especialmente, os referentes à redução da fome e das taxas de mortalidade infantil.

O Programa Conjunto tem sido realizado, desde o ano passado, por cinco agências da ONU (FAO, OIT, OMS/Opas, PNUD e UNICEF), em parceria com o Governo Brasileiro, representado pela Fundação Nacional do Índio (Funai); Ministério da Saúde (MS); Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e Agência Brasileira de Cooperação (ABC). Leia mais »

Peru: A Amazônia e o Desvio dos Rios Huallaga e Marañón

O Governo Alan Garcia deu início a diversos projetos desenvolvimentistas na Amazônia peruana. Esses projetos, em sua maioria, têm sido muito criticados por negligenciarem, alegadamente, impactos sociais e ambientais consideráveis.  Omala Hullanta herdou os projetos, as críticas e as pressões por mantê-los ou reformá-los.

Em 21 de julho de 2011, a Lei 29760 – também conhecida como Lei Corina, anteriormente aprovada no Congresso – foi publicada no jornal El Peruano, que registra: “Ato que declara de necessidade pública e de interesse nacional o projeto que inclui o desvio do rio Marañon e a barragem e o desvio do rio Huallaga para fins de energia hidrelétrica e agricultura”. No documento, a lei complementa que o excedente de água desses rios deve fluir para o rio Santa. Leia mais »

Vila Olímpica Indígena vai oferecer Programa “Segundo Tempo”

A Vila Olímpica Indígena de Dourados vai oferecer à comunidade das aldeias Jaguapiru e Bororó atividades do Programa “Segundo Tempo”, do Governo Federal. O anúncio foi feito pelo ministro do Esporte Orlando Silva, em audiência realizada na tarde desta quarta-feira (3) com o coordenador da bancada sul-mato-grossense no Congresso, deputado federal Geraldo Resende (PMDB). Leia mais »

Mangabeira Unger e autoridades discutem plano sustentável para Rondônia

O governador Confúcio Moura esteve em Vilhena na quarta-feira (03) acompanhado do professor e ex-ministro de Assuntos Estratégicos do governo Lula, Mangabeira Unger, do deputado Luizinho Goebel e do Secretário de Desenvolvimento (SEDES) Edson Vicente. O principal compromisso da comitiva foi uma reunião à tarde com empresários e setores produtivos de Vilhena no auditório da Associação Comercial e Industrial de Vilhena (ACIV).

  Leia mais »

Polícia Civil encontra arsenal de armas em área de conflito agrário

Martins é apontado como “pistoleiro” da fazenda Bodanese e é principal suspeito de ter praticado tentativa de homicídio contra dois trabalhadores rurais do assentamento “barro branco”, no final do mês de maio desse ano.

A Polícia Civil em Vilhena cumpriu dois mandados de busca e apreensão,um deles na residência situada na avenida 1501,nº1764 do Bairro Cristo Rei (casa de Elson Martins de Souza,naquela cidade e outra na sede da Fazenda Bodanese, situada na região de um conflito agrário, situada em Chupinguaia_RO.) Leia mais »

Secretaria de Meio Ambiente quer interdição da pedreira no Tarumã

Com a medida, a Semmas quer evitar que as pedras empilhadas no terreno sejam retiradas do local e comercializadas irregularmente. Fiscais fizeram nova visita ao local na última terça-feira, mas o proprietário ainda não foi identificado.

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) deverá interditar a pedreira desativada no bairro Tarumã, Zona Oeste, onde, segundo denúncias feitas por moradores no mês passado, e confirmadas por A CRÍTICA em sobrevoo com o RCCop, teriam ocorrido explosões que levantaram a suspeita de exploração ilegal de recursos minerais. Leia mais »

MAB participa de encontro de membros do MP

O Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) levou a visão dos atingidos sobre os impactos causados pelas hidrelétricas ao debate “Articulação do Ministério Público na questão de Hidrelétricas (Usina Hidrelétrica – UHE e Pequena Central Hidrelétrica – PCH)”. A atividade foi organizada pela Rede Latino-Americana de Ministério Público Ambiental e a Associação Brasileira de Ministério Público de Meio (Abrampa), em São Paulo.

Leia mais »

Do latifúndio ao agronegócio. A concentração de terras no Brasil. Entrevista especial com Inácio Werner.

Na entrevista a seguir, Werner comenta a estrutura política do Mato Grosso e fala das articulações entre o Partido dos Trabalhadores (PT) e o ex-governador, Blairo Maggi (PR), que está na “linha de frente do modelo do agronegócio”. Leia mais »

313 km² foram desmatados em junho na Amazônia, aponta sistema monitoramento.

Em operação desde 2004,o Deter é um sistema de alerta para suporte à fiscalização e controle de desmatamento.

Garimpo do Juma

Dados do Sistema de Detecção de Desmatamentos em Tempo Real (Deter), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe/MCT), indicam que 312,69 km² da Floresta Amazônica sofreram corte raso ou degradação progressiva no último mês de junho. Relatório completo dos dados está disponível em www.obt.inpe.br/deter.

Leia mais »